Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

identidade ler e legal

Obras, endereço do blog, perfil do Instagram/Facebook, coluna:

Mensagem/biografia: Pietro Costa. Brasília-DF, 30/06/1981. Graduado em Direito pela UPIS, em 2004. Como docente, lecionou diversas disciplinas durante 07 (sete) anos nessa Instituição de Ensino Superior. Pós-graduação Lato Sensu em Globalização, Justiça e Segurança Humana - ESMPU e Ruhr-Universitat de Bochum/Alemanha. Assessor Jurídico no MPU. Escritor. Poeta. Digital Influencer. Presidente da Academia Cruzeirense de Letras e membro efetivo da cadeira de nº 11, patrono Mário de Andrade. Representante do Brasil no Conunives – Congresso Universal de Escritores (Lima/Peru), de 2020 a 2025. Integrante da AIL Ordem Scriptorium, persona de Iustitia, ocupando a cadeira de nº 109. Membro da Cultive - Art-littérature e Solidarité, com sede em Genebra (Suíça). Membro da Literarte. Membro da Mágico de Oz. Membro da AILB – Academia Internacional de Literatura Brasileira, cadeira nº 118. Acadêmico Internacional da FEBACLA – Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes, cadeira nº 87, patrono Alessandro Manzoni. Embaixador da Paz da OMDDH – Organização Mundial dos Defensores dos Direitos Humanos. Membro da Academia Internacional da União Cultural, Cadeira nº 3-DF, Patrono William Shakespeare. Acadêmico Correspondente da Academia Caxambuense de Letras. Membro Efetivo da UBE - União Brasileira de Escritores, seção Arapiraca/AL. Membro fundador da ABARS - Academia de Belas Artes do Rio Grande do Sul, cadeira de nº 58, patrono Pedro D'ubois. Dr. Honoris Causa em Literatura, pela FEBACLA. Membro acadêmico fundador do NAISLA – Nucleo Accademico Italiano de Scienze, Lettere e Arti. Membro imortal da AILAP – Academia Internacional de Literatura e Artes Poetas Além do Tempo. Membro fundador da Academia de Letras São Pedro da Aldeia. Membro imortal da Academia Luminescense de Devoção às Artes e Letras. Autor de 4 obras literárias (Entre a caneta e o papel: um convite à transcendência, Chiado Books, 2018; A Rosa dos Ventos, Art Letras, 2019; Juras de Poesia Eterna, Art Letras, 2020; Urbanos, Editora Art Letras, 2020). Coautor de mais de 50 coletâneas. Coorganizador das Coletâneas Então é Natal (Versejar, 2020) e A Dor que deveras sente – tributo a Fernando Pessoa (Versejar, 2021). Colunista do Jornal ROL desde 16.11.2020, estreando com a publicação do poema Ambivalência. Agente e Produtor Cultural. Apresenta o programa Faces da Poesia, no seu perfil pessoal do Facebook, de forma lúdica e interativa, diretamente de seu estúdio doméstico, ao vivo, às segundas-feiras, a partir das 20h00, fazendo a recitação de poemas de autores e autoras do Brasil e do mundo, em especial do DF e entorno, na tentativa de desvendar as suas múltiplas interfaces e ampliar a divulgação dos seus trabalhos pelas redes sociais. No programa Um Tributo à Imortalidade, em seu canal do Youtube, ao vivo, às sextas-feiras, a partir das 11h00, a sua atenção é voltada para nomes já eternizados no panteão da literatura poética nacional e internacional. No quadro Os Caminhos da Palavra, constante da programação do Cruzeiro em Letras, no perfil oficial do Instagram da Academia Cruzeirense de Letras, propõe caminhos criativos e reflexivos para a batalha diária que escritores e escritoras travam com as palavras, fazendo indicações bibliográficas em torno de temas relevantes à leitura, escrita e literatura. Detentor de diversas honrarias, prêmios e títulos, entre eles, a título de exemplo: - agraciado com menção especial no 1º Concurso de Poesias Livres 2021, pela ARLACS – Academia da Responsabilidade Literária, Artística, Cultural e Social, participando com o poema “Amor Imortalizado”, inédito e de exclusiva autoria; - agraciado com a 4ª colocação no Prêmio Campista de Literatura – Agostinho Rodrigues 2021, promovido pela Academia de Letras do Brasil – Seção Campos dos Goytacazs/RJ, 1ª edição, categoria Poesia Livre, com o poema inédito e de sua exclusiva autoria, “Contra toda falsificação”; - agraciado com a 2ª posição no 2º Concurso de Poesias Adauto Borges, com o poema de autoria exclusiva, intitulado "Quintanessência", que foi publicado na Revista Inversos – ano 4, nº 15, março/2021 (ISSN 2527-1857); - agraciado com a 1ª colocação no concurso de Poesia “Direitos Humanos”, organizado pelo poeta e escritor Alexandre Magno, com o apoio cultural da FEBACLA – Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes, com o poema “Saber ser humano”; - agraciado com menção honrosa, no concurso literário Prêmio Professor Mário Clímaco/2020, categoria Poesia Nacional, promovido pela Academia de Letras, Ciências e Artes de Ponta Nova – ALEPON, com o poema de exclusiva autoria “Brasil no Coração”; - agraciado com a 11ª colocação no concurso de Contos e Poesias 2020 –UBE (União Brasileira de Escritores, Núcleo Arapiraca) e ACALA (Academia Arapiraquense de Letras e Artes), com o poema de exclusiva autoria “Quebradores de Pedra”); - agraciado com a 1ª colocação no Primeiro Concurso de Poesias Livres da Academia Internacional da União Cultural, categoria Não Acadêmicos, com o poema Cartografia da Resiliência; -agraciado com a 1ª colocação no Prêmio Literário Drª Vânia Diniz – segmento poesia, sob a iniciativa da Academia de Letras do Brasil, seção Distrito Federal (ALB – DF), graças ao poema de sua autoria intitulado “Os Caminhos da Palavra”, de acordo com o resultado oficial divulgado nas mídias sociais da referida agremiação literária, em 17 de agosto de 2020; - agraciado com a 3ª colocação na Antologia Escritor Marcelo de Oliveira Souza – VII Prêmio Literário, Ed. Sucesso, São Paulo, 2019, constando na referida obra, que inclui autores e autoras de diversas regiões do Brasil e de outros países, os seguintes poemas, da autoria exclusiva de Pietro Costa: “Atolados”, “Advocatus”, “Arquétipos”, “SOS VIDA; - agraciado com menção honrosa pelo poema “A Matemática da Presença”, no VIII Concurso Literário Oliveira Caruso, em 15 de fevereiro de 2020; - agraciado com menção especial pelo poema “A Palavra Nua e Crua”, no VIII Concurso Literário Oliveira Caruso, em 15 de fevereiro de 2020; - agraciado com menção honrosa pelo poema “Pulsões”, na coletânea R-existir: a poesia como afirmação de nossa existência, comemorativa do V Festival de Poesia de Lisboa; - agraciado com o título Personalidade Cultural do Ano 2020, com a medalha de Mérito Acadêmico, com a comenda Príncipe dos Poetas Brasileiros, como reconhecimento de seus relevantes trabalhos literários e culturais no âmbito nacional, pela FEBACLA; - agraciado com as comendas Destaque Cultural 2020; Comenda Internacional Diplomata Ruy Barbosa, o “Águia de Haia”, Destaque Social 2020, pela OMDDH; - agraciado com o título de Personalidade Cultural Destaque 2020, pelo Projeto Foca na Cultura e Programa de Entrevistas Jammy Said; - agraciado com o título de Comendador na Real Ordem dos Cavaleiros e Damas do Rei Ramiro II de Leão, com todas as honras e direitos inerentes, e com o título de Benfeitor das Ciências, Letras e Artes, mediante outorga da Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos de Oriente, na casa de Niterói/RJ. Em seus textos, de escopo bem heterogêneo, procura dialogar com as várias vertentes do saber, sobretudo a filosofia, a psicologia e a literatura. Há ênfase no transcendente, nas relações afetivas e nos paradoxos da era contemporânea de maximalismo digital e coisificação da vida.

.: voltar :.