Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Acusadas de encomendar morte de oficial do exército são condenadas a 22 anos de prisão

Julgamento começou na segunda-feira, 11 de setembro, e teve fim na tarde do dia seguinte

O Tribunal do Júri de São Sebastião condenou, nesta terça-feira, 12 de setembro, as acusadas de encomendarem a morte do tenente-coronel do Exército Sérgio Murillo de Almeida Cerqueira Filho, executada em 15 de maio de 2015, com a finalidade de recebimento de benefícios financeiros e de modo a dificultar a defesa da vítima. A viúva da vítima, Cristiana Maria Pereira Osório Cerqueira, e sua irmã Cláudia Maria Pereira Osório tiveram as penas fixadas em 22 anos de reclusão, em regime inicialmente fechado, sem direito a recurso em liberdade.

Foi provado que esposa e cunhada da vítima planejaram a morte do tenente-coronel. Elas contrataram quatro pessoas para a execução e forneceram a arma do crime. Cristiana Maria não se conformou com a pensão que receberia com a separação que estava em andamento e idealizou o crime, com a colaboração de Cláudia, para receber a pensão integral do marido e outros benefícios econômicos.

Em setembro de 2016, o processo foi desmembrado em relação a outros quatro réus, executores do crime. Eles foram julgados e condenados em fevereiro de 2017, em ação que tramitou, também, na Vara do Tribunal do Júri de São Sebastião.

Entenda o caso

Em 15 de maio de 2015, por volta das 21h50, na SQN 208, enquanto a vítima e a mandante do crime, Cristiana Maria, entravam no carro, os executores simularam um roubo e ordenaram que o tenente-coronel fosse para o banco de trás. Em seguida, fugiram do local rumo a São Sebastião com a vítima, deixando a mulher.

Ao chegarem ao Núcleo Rural Aguilhada, Zona Rural de São Sebastião, os denunciados Leandro Ceciliano, Rodrigo Costa, Jorge Alencar e Lorena Karen executaram o tenente-coronel com um disparo de arma de fogo.

Iniciadas as investigações, a Polícia Militar localizou prontamente o corpo às margens da via e o veículo em São Sebastião. A Delegacia de Repressão a Sequestros (DRS) desenvolveu as investigações e, em pouco mais de 24 horas da notícia do crime, realizou a autuação em flagrante dos seis envolvidos na trama.

Processo: 2015.12.1.002515-7

Leia mais

Acusados de matar tenente-coronel do Exército mais próximos do júri popular

MPDFT oferece denúncia contra suspeitos de participação no assassinato de tenente-coronel do Exército Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial

.: voltar :.