Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Campanha do Ministério Público nas redes sociais alerta sobre a violência contra a pessoa idosa

Em 15 junho, celebra-se o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa. Oportunidade para refletir sobre as violências cometidas contra esse grupo

Nem sempre percebida e denunciada, a violência contra a pessoa idosa é uma grave violação aos Direitos Humanos. Na semana em que se celebra o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, a Central Judicial – formada pelo Ministério Público (MPDFT), Tribunal de Justiça (TJDFT) e Defensoria Pública (DPDF) – promove campanha que alerta para os quatro tipos de violência: abandono, violência psicológica, violência física e violência financeira.

Com o slogan “Gestos de carinho marcam”, a ideia é trazer os comportamentos que os cuidadores dos idosos devem ter. Estatísticas revelam que os principais agressores são membros da família, por isso o foco da campanha foi utilizar uma comunicação não-violenta para promover a reflexão. "Não se trata, simplesmente, de técnica de linguagem ou um método de diálogo. A comunicação não-violenta vai além, pois abrange valores muito importantes como paciência, dedicação, esforço, prática e envolvimento", explica a promotora de Justiça de Defesa do Idoso, Sandra Julião.

As peças da campanha serão divulgadas nos perfis oficiais do MPDFT no Twitter e no Facebook. Os interessados em compartilhar essa ideia podem fazer o download das imagens.

Mapa da violência

Em 2016, a Central Judicial realizou 2.601 atendimentos. Desse total, 283 foram relativos a violência contra pessoas de 60 anos de idade ou mais. Os tipos de violência praticados contra os idosos atendidos foram a psicológica, com 106 casos, seguida da financeira, com 94, e da negligência, com 55 ocorrências. Em alguns casos, a vítima sofria mais de um tipo de violência.

Entrevista em áudio com a promotora de Justiça Sandra Julião.

Leia mais

Violência contra a pessoa idosa: conheça a rede de proteção

Campanha do MPDFT divulga direitos dos idosos

Simpósio discute o idoso como protagonista social



.: voltar :.