Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Possedenovosservidores7Emoção é a melhor palavra para definir a cerimônia de posse coletiva dos novos técnicos administrativos oriundos do último concurso do MPU. A partir do dia 26, eles passam a integrar as equipes do MPDFT, na sede e nas demais unidades. Nesta etapa, foram nomeados 101 aprovados. Destes, 20 optaram por antecipar a posse. Na cerimônia, 68 estavam presentes. Os demais terão até o dia 2 de setembro para se apresentar. 

Ao abrir o evento, a chefe do Departamento de Gestão de Pessoas, Cinara Maria Carneiro Rocha, lembrou dos desafios enfrentados pelos concursados e dos desafios que os esperam após a posse. “Há quem diga que depois de tomar posse, já pode descansar. Mas não é assim. Vocês vão descansar das longas horas de estudo, das noites sem dormir. Porém há muito trabalho, muita responsabilidade aguardando por vocês”, alertou. 

A procuradora-geral de Justiça do DF e Territórios, Eunice Carvalhido, destacou a inteligência e o esforço pelas horas de estudo que os levaram à aprovação. Também lembrou que a “família profissional” é uma escolha e, por isso, é preciso estar feliz e se sentir realizado. Convocou-os a servir a comunidade do DF, a manter o espírito de solidariedade, falou dos programas voltados ao bem-estar de membros e servidores, e da importância de respeitar os colegas como “pessoas”, como seres humanos. “Quando vocês estiverem lá embaixo, eu estarei com vocês. Quanto estiverem lá em cima, não precisarão mais de mim”, disse.

A vice-procuradora-geral, Zenaide Souto Martins, também compôs a mesa ao lado do conselheiro do CNMP, o promotor de Justiça Claudio Portela. Emocionado, ele fez questão de participar do evento e ressaltou que a posse coletiva é uma forma de “mostrar que os novos servidores são importantes para a instituição”. 

O evento foi prestigiado por cerca de 400 pessoas, entre familiares, convidados, membros e servidores.

.: voltar :.