Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Em face da Operação Faraó, deflagrada, na madrugada desta quarta-feira, dia 5, pela Polícia Civil, o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) esclarece que as investigações se referem a possível prática de crimes ambientais, de parcelamento ilegal de solo para fins urbanos, estelionato, lavagem de dinheiro e de quadrilha. Os delitos teriam ocorrido no loteamento irregular denominado “Condomínio Mini Chácaras Lago Sul, das Quadras 4 a 11”, situado na região do Altiplano Leste/DF.

Os crimes investigados teriam sido cometidos em prejuízo ao processo de regularização da ocupação do solo na região, com ofensa à legislação aplicável, com graves danos à ordem urbanística e ao meio ambiente.

O Ministério Público ressalta que as pessoas presas temporariamente, assim como aquelas contra as quais foram executadas ordens de busca e apreensão em seus domicílios ou residências, são presumidamente inocentes até prova em contrário.

.: voltar :.