Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

A Promotoria de Justiça de Planaltina recebeu, na última terça-feira, dia 5, os membros da Rede Social da cidade (Rede Plan). No encontro, o grupo discutiu e apresentou propostas para a ampliação do número de vagas das creches da cidade e a criação de um Centro de Atenção Psicossocial (Caps). A reunião contou com a presença de representantes de órgãos governamentais e não governamentais.

De acordo com a promotora de Justiça Raquel Tiveron, Planaltina tem cerca de 250 mil habitantes e, ainda, não possui um centro da natureza do Caps. “Somos procurados diariamente por familiares de dependentes químicos que solicitam ajuda para internação e tratamento. Além desses pacientes, o Centro atenderia as pessoas com transtornos mentais e a população infanto-juvenil”, esclarece a promotora.

A Rede Social

A Rede Plan possibilita a troca de informações, fortalece iniciativas comunitárias e promove o atendimento mais efetivo das necessidades da comunidade. Além disso, estabelece a parceria entre órgãos públicos e instituições privadas que atendem a população de Planaltina.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.: voltar :.