Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

A Promotoria de Justiça Criminal e de Defesa da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar de Brazlândia promove hoje e na próxima quinta-feira (16), a partir das 14h30, tardes de reflexão para mulheres e homens envolvidos em situação de violência doméstica, no Fórum de Brazlândia. Os encontros fazem parte do projeto "Reflexão sobre Violência Doméstica". Nesta quinta-feira serão atendidas mulheres e no dia 16 será a vez dos homens.

Criado em 2009, por iniciativa da promotora de Justiça Mariana Fernandes Távora, o projeto agora é coordenado pelo promotor de Justiça Tiago Alves de Figueirêdo, para quem "o principal objetivo do projeto é a conscientização das pessoas envolvidas em situação de violência doméstica". Além do caráter informativo, o projeto visa questionar e avaliar a abordagem dos agentes envolvidos, como a polícia e a Justiça.

Para participar do projeto a Promotoria convida as pessoas envolvidas em processos judiciais de violência doméstica que tramitam no Fórum de Brazlândia. Ao todo, são realizados oito encontros anuais, sendo quatro para mulheres e quatro para homens. Em média, são emitidos entre 30 e 40 convites para cada evento.

As reuniões serão conduzidas pelo psicólogo da Subsecretaria para Assuntos das Mulheres, Luiz Henrique Aguiar. Analistas processuais do MPDFT prestarão esclarecimentos sobre os aspectos legais da violência doméstica. Durante os encontros, serão apresentados vídeos sobre o assunto, com dados históricos e estatísticos. Ao final de cada reunião, haverá debates e os participantes responderão a uma enquete com questionamentos acerca da opinião dos participantes sobre o evento e sobre suas expectativas sobre a atuação da Justiça.

.: voltar :.