Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

A justiça condenou nesta terça-feira, 26, o tenente da Polícia Militar Iege Rodrigues Lima a 22 anos e 8 meses de reclusão, em regime inicial fechado, pelo assassinato da esposa e tentativa de homicídio do enteado. A defesa recorreu e o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) estuda a viabilidade de pedir o aumento da pena.

Entenda o caso

No dia 3 de agosto de 2009, o militar cometeu o crime quando a vítima chegava a casa, em Vicente Pires. O enteado do réu estava no carro, ao lado mãe. As duas filhas do casal, de dois e três anos, haviam sido colocadas no carro que o acusado pretendia usar para a fuga. A defesa alegou que o réu teria agido em legítima defesa, mas o acusado foi pronunciado nos termos da denúncia.

Autos nº 2009.07.1.026866-2

.: voltar :.