Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Em reunião com a Secretaria de Saúde, o Ministério Público sugeriu acionar áreas da sociedade civil para contribuir com a sensibilização para o tema, como instituições religiosas, comércio e prestadoras de serviços públicos

211207 00242 pddc saude ed 600 x 400A Procuradoria Distrital dos Direitos do Cidadão e as promotorias de Justiça de Defesa da Saúde realizaram, nesta terça, 7 de dezembro, reunião com o secretário de Saúde do DF, Manoel Luiz Narvaz Pafiadache, o subsecretário de Vigilância à Saúde, Divino Valero Martins, e outros integrantes da pasta para verificar quais providências estão sendo tomadas para garantir a vacinação massiva da população. 

Segundo informado pela Secretaria, foi criado um posto fixo de vacinação na Rodoviária do Plano Piloto, onde estão disponíveis todas as vacinas. Além disso, o governo afirmou que mobilizará equipes do Corpo de Bombeiros do DF para realizar uma varredura de áreas que não estão sendo cobertas pela vacinação. 

“Entendemos que deve ser uma ação integrada de todas as áreas do governo, inclusive com a sociedade civil, envolvendo não só o Corpo de Bombeiros, mas também as diversas áreas da sociedade, desde instituições religiosas, áreas comerciais, concessionárias de serviços públicos, entre outras, porque temos que fazer uma campanha de divulgação que promova ao máximo a sensibilização das pessoas, que busque alcançar as mais de 200 mil pessoas que ainda se encontram sem vacinas”, opinou o procurador do Cidadão, José Eduardo Sabo.

Para dar início à campanha de conscientização, está prevista para a próxima semana uma reunião com as áreas de comunicação da Secretaria de Saúde e do Governo do Distrito Federal, além de outras instituições do Poder Público.

Outro assunto abordado na reunião foi a desativação dos hospitais de campanha. O governo tem prestado informações às Promotorias de Justiça sobre os planos de remobilização para uma eventual terceira onda de Covid-19. O MPDFT também cobrou informações a respeito da retomada das cirurgias, tanto as urgentes quanto as eletivas.

Também participaram da reunião os promotores de Justiça Bernardo Matos, Hiza Carpina e Lívia Rabello.

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.