Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Condições de acessibilidade são ainda piores que na Asa Norte

I210130 urbanidade vistoria gm0120ntegrantes da Rede Urbanidade realizaram, neste sábado, 30 de janeiro, vistoria nas passagens subterrâneas do Eixão Sul. Os problemas encontrados são semelhantes aos já verificados na Asa Norte: sujeira, mau cheiro, iluminação deficiente, piso irregular, infiltrações e insegurança. Dessa vez, um drone foi utilizado para captar imagens aéreas de pedestres que preferem se arriscar em meio aos automóveis em alta velocidade, possivelmente por receio de usar as passagens.
As condições de acessibilidade verificadas durante a vistoria são ainda mais precárias que as encontradas na Asa Norte. Nenhuma das passagens é acessível para cadeirantes, e as rampas estreitas e excessivamente inclinadas dificultam o trânsito de ciclistas.

Para o promotor de Justiça Dênio Augusto Moura, “o Eixo Rodoviário e os Eixinhos funcionam como barreiras à mobilidade ativa. As passagens subterrâneas são elementos essenciais para a circulação segura de ciclistas e pedestres no sentido leste/oeste da cidade e para a integração desses modais com o transporte público coletivo”, afirmou.

As informações obtidas pela Rede Urbanidade serão incluídas em procedimento instaurado pela Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Urbanística (Prourb) sobre o tema. Em junho de 2020, peritos do MPDFT haviam realizado vistoria nas passagens e apontaram diversas irregularidades, como infiltrações, deficiência de iluminação, falta de acessibilidade, pontos cegos e muita sujeira.

Ainda em 2020, foram requisitadas informações aos órgãos competentes sobre a natureza e o número de crimes cometidos nas passagens, além dos atropelamentos ocorridos ao longo do Eixo Rodoviário. O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) informou que, em 2019, 14 pedestres e um ciclista ficaram feridos em atropelamentos ao longo da via. Nesse mesmo período, três pedestres perderam a vida no local. A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) esclareceu que, das 240 ocorrências policiais relacionadas às passagens subterrâneas de janeiro de 2019 a maio de 2020, 172 diziam respeito a roubos a transeuntes, 21 a furtos diversos e 12 a furtos de celulares.

Atuação conjunta

A Rede de Promoção da Mobilidade Sustentável e do Transporte Coletivo (Rede Urbanidade), criada em novembro de 2019, é uma iniciativa da Prourb em parceria com estudiosos e representantes de organizações que se dedicam à causa da mobilidade. O grupo tem como objetivo assegurar a participação efetiva da sociedade na elaboração, na implementação e na fiscalização da política local de mobilidade urbana. Além disso, pretende ser um espaço democrático de articulação, discussão e busca de soluções para os desafios existentes nessa área, na perspectiva do desenvolvimento sustentável.

Leia mais

Rede Urbanidade constata problemas em passagens subterrâneas do Eixão

Trevo de Triagem Norte: Rede Urbanidade pede correção de problemas

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.