Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Ação tem efeito pedagógico, pois demostra aos agressores de mulheres que sua conduta não ficará impune

be691b0a e49c 4149 8cac 9da28623d3ed 450 x 600O Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) e a Polícia Civil deflagraram nesta terça-feira, 22 de maio, a Operação Maio Rosa. O promotor de Justiça Luiz Humberto Alves de Oliveira e a equipe da 26ª Delegacia de Polícia, chefiada pelo delegado José Eduardo Galvão, estão nas ruas do Recantos das Emas e de Samambaia para cumprir 11 mandados de prisão de autores de violência doméstica.

A maioria dos mandados de prisão são contra autores de violência doméstica que descumpriram medidas protetivas. O promotor de Justiça Luiz Humberto explica que o objetivo da operação é tirar das ruas aqueles homens que têm reiterado a prática de violência doméstica e descumprido medidas protetivas. “A demonstração tempestiva de que o desrespeito à atuação da Justiça traz consequências processuais gravosas, gera um poder inibitório muito maior que uma condenação. Queremos mostrar uma atuação efetiva, eficaz e célere”, completou.

O delegado Eduardo Galvão reforçou que o cumprimento de mandados de prisão preventiva em desfavor de autores de crimes da Lei Maria da Penha demonstra o empenho e o engajamento da Polícia Civil e do Ministério Público contra esse crime covarde, que aflige as mulheres dentro do próprio lar. "A Operação Maio Rosa vem para deixar um recado bem claro: as mulheres estão empoderadas e devem denunciar seus agressores, pois estaremos prontos para atuar e levar à cadeia os que vivem à margem da lei”, afirmou.

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.