Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

O procurador-geral de Justiça, Leonardo Bessa, será reconduzido ao segundo mandato à frente do MPDFT neta segunda-feira, dia 5 de dezembro. A nova gestão será para o biênio 2017-2019. A cerimônia será realizada no Auditório da Sede do MPDF¨T, na Praça do Buriti, a partir das 17h30.

Leonardo Bessa foi nomeado pelo presidente da República depois de ter sido o candidato mais votado na lista tríplice formada pelos procuradores e promotores de Justiça do MPDFT, com 250 votos no total.

Ao longo da primeira gestão, entre 2015 e 2016, uma das prioridades foi aprimorar a atuação do MPDFT na Defesa da Saúde, dos Direitos Difusos e do Patrimônio Público e Social. Também foram criadas 44 novas promotorias operacionais e uma especial criminal, além de outras duas no Tribunal do Júri.

O combate à corrupção também foi prioridade em sua gestão. Com o intuito de fortalecer a atuação preventiva e repressiva, o MPDFT apoiou a campanha para coleta das assinaturas em favor das “10 Medidas contra a Corrupção”. Outras iniciativas importantes foram as recentes operações contra crimes de corrupção no DF e a criação do Grupo de Enfrentamento Preventivo à Corrupção.

Apesar da crise financeira, que impôs restrições orçamentárias, foram iniciadas as obras de construção de novos edifícios para as promotorias de Brazlândia e de Brasília II, ao lado do Fórum Leal Fagundes. Também foram ampliadas as estruturas de atendimento à população nas cidades de São Sebastião e Taguatinga.

Em sua gestão, Leonardo Bessa também aprimorou a estrutura de atendimento da Ouvidoria e da Procuradoria Distrital dos Direitos do Cidadão, onde foi criado um Núcleo de Acompanhamento Orçamentário. Neste caso, o objetivo foi acompanhar de perto a correta aplicação dos recursos destinados à prestação de serviços essenciais à população. Os primeiros trabalhos já foram divulgados nas áreas de saúde e educação.

Na área administrativa, o MPDFT iniciou a implantação do teletrabalho (trabalho em casa) e instituiu o trabalho voluntário para estudantes de ensino superior e recém-formados. A medida já registrou aumentos na produtividade e amenizou as dificuldades de nomeação de novos servidores, que foi suspensa em razão de cortes orçamentários.

Serão convidados para a solenidade autoridades dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário; do Ministério Público da União; membros, servidores, estagiários e terceirizados da Casa e representantes da imprensa.  Assessoria Especial de Imprensa
(61) 3343-9045 / 3343-6101/ 3343-9046/ 99149-8588
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.