Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Caso o Judiciário aceite os argumentos do MPDFT, mais de três mil consumidores serão beneficiados

A 4ª Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor (Prodecon) ajuizou, nesta segunda feira, 23 de novembro, ação civil pública contra a construtora Brookfield Incorporações S/A. devido a atrasos na entrega das obras dos empreendimentos All, Blend e Century Plaza, todos em Águas Claras. O Ministério Público também questionou diversas cláusulas presentes nos contratos de adesão celebrados pela empresa.

O promotor de Justiça Guilherme Fernandes Neto esclarece que um dos objetivos da ação é o ressarcimento de todos os consumidores que receberam seus imóveis em atraso, em 1% do valor do imóvel, a título de aluguel, por todo o período de atraso ocorrido e daquele que decorrer ao longo da demanda. Caso o Poder Judiciário aceite os argumentos do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT), serão beneficiados mais de três mil moradores desses empreendimentos.

Além disso, a ação visa a declaração de nulidade de diversas cláusulas, dentre elas, a que autoriza a empresa a cobrar dos consumidores os valores gastos com ligações definitivas de serviços públicos, taxas, despachante, bem como encargos condominiais e tributos antes mesmo da entrega das chaves do imóvel. O MPDFT também pediu a condenação ao pagamento de indenização por danos morais coletivos, no valor de R$ 14 milhões, quantia a ser destinada ao Fundo de Defesa do Consumidor.

Processo: 2015.01.1.133520-6 Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.