Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Nesta segunda-feira, dia 1º/6, a 1ª Promotoria de Justiça Criminal e do Tribunal do Júri de São Sebastião ofereceu denúncia contra os seis acusados na participação do homicídio do tenente-coronel do Exército Sérgio Murillo de Almeida Cerqueira Filho, ocorrido na madrugada do último dia 15 de maio. O caso ganhou repercussão quando as investigações apontaram que a esposa da vítima foi a mandante do crime.

Segundo a denúncia do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT), Cristiana Maria Pereira Osório Cerqueira e Cláudia Maria Pereira Osório, esposa e cunhada da vítima, respectivamente, planejaram a morte do tenente-coronel, contrataram quatro pessoas para a execução e forneceram a arma do crime. Ambas foram denunciadas por homicídio qualificado – motivo torpe. A esposa teria cometido o crime para receber a pensão integral do marido e outros benefícios econômicos e a cunhada, também pelas vantagens financeiras que a morte da vítima proporcionaria a si e à irmã.

Os outros denunciados são Leandro Ceciliano Martins, conhecido como Léo; Rodrigo Costa Sales da Paixão; Jorge Alencar da Silva e Lorena Karen Custódio Santana. Executores do crime, eles vão responder também por homicídio qualificado, pois cometeram o homicídio mediante promessa de recompensa, o que caracteriza a torpeza da conduta. Além disso, o assassinato foi praticado mediante a utilização de recurso que dificultou a defesa da vítima.

Após o homicídio, os quatro ficaram com o carro e o relógio da vítima, por isso também foram denunciados por furto qualificado. O MPDFT também denunciou David Tavares de Andrade por receptação e corrupção de menores. O denunciado, sabendo que se tratava de produto de crime, recebeu o veículo do tenente-coronel, quando passou a conduzi-lo na companhia de um adolescente.

O crime

No dia 15 de maio de 2015, por volta das 21h50, na SQN 208, enquanto a vítima e a mandante do crime Cristiana Maria entravam no carro, os executores simularam um roubo e ordenaram que o tenente-coronel fosse para o banco de trás. Em seguida, fugiram do local rumo a São Sebastião com a vítima, deixando Cristiana Maria.

Ao chegarem no Núcleo Rural Aguilhada, Zona Rural de São Sebastião, os denunciados Leandro Ceciliano, Rodrigo Costa, Jorge Alencar e Lorena Karen tiraram a vítima do veículo e o primeiro desferiu disparo de arma de fogo que atingiu a nuca do tenente-coronel, produzindo-lhe as lesões que foram a causa de sua morte.

Processo: 20151210025157

Clique aqui para ler a denúncia.

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.