Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Fim de uma etapa e início de uma ideia: a cultura da paz entre os jovens de Samambaia

II Conc CulturalSegurEscolarSamambaia 18Nov2013-2Vídeos, textos, canto e dança. Vários meios para transmitir uma só mensagem: “Respeito é Bom e eu Gosto”. O concurso realizado pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), por iniciativa da Promotoria de Justiça de Samambaia, levou o debate sobre o respeito às diferenças aos alunos de ensino fundamental e médio daquela cidade. O encerramento e premiação da campanha foi nesta segunda-feira, dia 18, no auditório do MPDFT. Cerca de 300 crianças e adolescentes compareceram ao evento.

A procuradora-geral de Justiça em exercício, Zenaide Souto Martins, participou da abertura. Ela alertou sobre a atual crise de autoridade que as escolas enfrentam e convidou as crianças a auxiliarem no resgate ao respeito ao próximo. As idealizadoras do concurso, promotoras de Justiça Hiza Lima e Raquel Lopes ressaltaram que o MP, como guardião do Estado Democrático de Direito, deve contribuir para a formação de cidadãos ativos para o exercício da democracia do futuro. Esse é o propósito dos Conselhos de Segurança Escolar: servir como fórum aberto para pensar as questões relacionadas à violência e propor soluções criativas.

A revelação dos vencedores foi momento de forte emoção. A Escola Classe 111 ganhou na categoria infantil, modalidade cartaz; seguida pelo Centro de Ensino Fundamental 411 na categoria infanto-juvenil e pelo Centro de Ensino Médio 304 na categoria juvenil, modalidade curta-metragem. Os alunos das turmas vencedoras participarão de um passeio ao parque Nicolândia e cada escola ganhará um projetor de imagens e um notebook.

Concurso cultural de SamambaiaNa modalidade produção literária, foram vencedores os alunos Acsa Priscilla Souza Gomes (9º ano - CEF 507) e Fernando Gomes Viriato (1º ano – CEM 304), os quais serão premiados com tablets. A aluna do 2º ano Laina Gabriela, 17 anos, agradeceu pela oportunidade em participar do evento. Ela contou que o concurso melhorou o clima entre os alunos em sua escola. “Todo mundo se uniu para discutir o bullying. Agora eu vejo que as pessoas se importam com isso”, refletiu.

A iniciativa conta com a parceria da Coordenação Regional de Ensino de Samambaia e participaram do evento os estabelecimentos de ensino que possuem Conselhos de Segurança Escolar em funcionamento.

Leia mais

Bullying é tema de concurso cultural nas escolas públicas de Samambaia 

.: voltar :.