Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

promotor mpdftA procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT), também presidente do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais (CNPG), Eunice Carvalhido, divulgou nota pública de pesar, na qual “lamenta profundamente” a morte do promotor de Justiça Thiago Faria de Godoy Magalhães, do Ministério Público do Estado de Pernambuco. O promotor foi assassinado com 20 tiros na segunda-feira, dia 14, a caminho do trabalho, no município de Itaíba, interior do Estado.

No intuito de contribuir, a procuradora-geral solicitou ao chefe do Centro de Inteligência do MPDFT, promotor de Justiça Wilton Queiroz de Lima, que acompanhe de perto o esclarecimento dos fatos referentes à morte do promotor. No CNPG, ela fez o mesmo pedido ao presidente do  Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNCOC), Héverton Alves de Aguiar, que irá pessoalmente a Pernambuco.

Membro do MPPE desde dezembro de 2012, Thiago Faria de Godoy Magalhães afirmou em seu discurso de posse, na ocasião como orador, que estava realizando “o sonho de ser promotor de Justiça, acalentado desde que havia ingressado na Faculdade de Direito”. Segundo a procuradora-geral, ele “certamente teria uma carreira brilhante no exercício de sua função, na defesa da sociedade e da Justiça brasileira, como efetivamente demonstrou durante o curto período que pertenceu ao Ministério Público”.

.: voltar :.