Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Projeto é uma iniciativa de prevenção contra as formas de discriminação e violência no ambiente escolar

Respeitar as diferenças é fundamental. Com essa ideia, a Promotoria de Justiça de Samambaia, em parceria com a Coordenação Regional de Ensino local, promove o 2º Concurso Cultural, com o tema "Respeito é Bom e Eu Gosto!". Entre os meses de setembro e outubro, os estudantes das escolas públicas da cidade deverão produzir cartazes, redações e curtas-metragens sobre o bullying – atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo ou grupo, que causam dor e angústia, executados dentro de uma relação desigual de poder.

O objetivo do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) é promover a cidadania e a cultura da paz nas escolas públicas de Samambaia. Além de fomentar a reflexão criativa e o debate sobre o bullying no ambiente escolar, os alunos terão a oportunidade de pensar sobre o respeito e a liberdade. O concurso cultural permitirá, ainda, que eles se envolvam no exercício do diagnóstico desse problema e desenvolvam, por meio da arte, propostas de soluções.

Todos os estudantes das escolas públicas de Samambaia que possuem Conselho de Segurança Escolar em funcionamento podem participar do concurso, desde o ensino fundamental até o médio. As séries iniciais – categoria infantil – deverão produzir cartazes e o prêmio para o grupo vencedor será um passeio coletivo. Para os alunos do ensino fundamental, categoria infanto-juvenil, e do ensino médio, categoria juvenil, a tarefa é produzir uma redação, de forma individual, ou, em turma, curtas-metragens. Os prêmios serão equipamentos eletrônicos e um passeio coletivo, respectivamente.

Respeito ao próximo

Para chegar ao tema do concurso, a coordenadora do projeto, promotora de Justiça Hiza Lima, explica que vários encontros foram realizados com orientadores e professores da rede pública de ensino de Samambaia. "Os educadores enxergam uma crise de autoridade dentro da sala de aula. Eles percebem que os alunos não se importam, não valorizam a presença do mestre na classe. Isso transcende o universo escolar e se agrava quando não se vislumbra nenhum componente de autoridade. É preciso resgatar o valor relacionado ao respeito ao próximo", enfatizou.

O 1º Concurso Cultural, com o tema "A Paz que se Constrói", foi realizado em 2009. Hiza Lima lembra que a resposta da comunidade escolar foi muito positiva. "A discussão ganhou a sala de aula, desde os alunos menores, do ensino fundamental, até o médio. Os trabalhos foram excelentes."

Confira o cronograma do concurso cultural

Início dos trabalhos nas instituições de ensino: 9/9
Final dos trabalhos nas instituições de ensino: 21 a 25/10
Entrega dos trabalhos na PJ de Samambaia: 30/10
Final do concurso e entrega da premiação: 13/11

.: voltar :.