Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Investigação iniciada pelo Ministério Público, por crime de peculato, foi encaminhada à Corregedoria da PCDF
 
A demissão do escrivão da Polícia Civil Wellington dos Santos Cardoso, assinada pelo governador do DF, Agnelo Queiroz, e publicada do Diário Oficial do DF (DODF) no último dia 5, foi decorrente de uma ação do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT). Em 2008, a Promotoria de Justiça Criminal de Santa Maria, em parceria com o Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial (NCAP), ofereceu denúncia contra o policial por crime de peculato, desvio de dinheiro praticado por funcionário público.
 
De acordo com o Ministério Público, o escrivão se apropriou de valores relativos a dezessete fianças prestadas entre junho de 2007 e julho de 2008. O fato foi descoberto em abril de 2008, quando foi instaurado procedimento interno no MPDFT e inquérito na Corregedoria de Polícia Civil. O escrivão foi condenado a um ano, um mês e dez dias de reclusão, em regime inicialmente aberto, e a perda do cargo público.
.: voltar :.