Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Participação é gratuita. Evento será neste domingo.

No próximo domingo, dia 2, a Associação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (AMPDFT) promove um passeio ciclístico contra a impunidade. Além de exercitar o corpo, o evento tem como objetivo promover mais um ato de repúdio à PEC 37. “A PEC 37 é um retrocesso para o nosso País. Caso essa proposta seja aprovada, a sociedade vai ser extremamente prejudicada. Por isso é tão importante que as pessoas participem do passeio e ajudem a divulgar a campanha: Brasil contra a impunidade'', convidou o promotor de Justiça Ricardo Fonseca.

A AMPDFT lembra que toda a sociedade está convidada a participar do passeio ciclístico. A concentração começa às 9h, no estacionamento em frente ao Edifício-Sede do MPDFT. A saída está prevista para as 9h30. O percurso total é de 10km, com partida do local da concentração, passando pelo Congresso Nacional, de onde se retornará ao MPDFT. “Quem não pedala, pode participar da campanha contra a PEC 37, dirigindo-se à Alameda das Bandeiras, às 10h. Lá haverá uma parada de 40 minutos, onde faremos um ato de repúdio à PEC”, lembrou a promotora de Justiça Marta Alves.

A organização do passeio ciclístico recomenda aos participantes que usem roupas leves e confortáveis, e levem suas garrafinhas d’água.

Rodas da Paz
O passeio ciclístico contará com o apoio da Organização Não Governamental Rodas da Paz. A conselheira da ONG Beth Davison lembra que o processo de investigação dos crimes é mais democrático quando há mais de um órgão promovendo as investigações. Mãe do ciclista Pedro Davison, morto em um acidente de trânsito, no Eixão, em 2006, Beth acredita que o trabalho realizado pelo MP é determinante para que haja justiça nos processos envolvendo crimes no trânsito. “A atuação feita pelo Ministério Público, no caso do meu filho, foi fundamental para que o motorista fosse condenado pelo Júri”, avalia.

Entenda os riscos da PEC 37
A proposta de emenda à constituição PEC nº 37/2011 prevê a retirada do poder do Ministério Público em realizar investigações criminais, inviabilizando também investigações feitas por outros órgãos.

A PEC nº 37 pode gerar vários riscos em matéria de impunidade, inclusive no que se refere ao controle externo da atividade policial. A exclusividade da investigação por parte da Polícia poderia trazer resultados desastrosos, e por razões óbvias.

Serviço
Passeio Ciclístico Brasil Contra Impunidade
Data: 2 de junho
Local: Estacionamento em frente ao Edifício-Sede do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios – Eixo Monumental, Praça Buriti, Lote 2
Concentração: 9h, com saída às 9h30
Percurso: 10km

.: voltar :.