Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

A marcha foi nesta quarta-feira, dia 24, logo após o 1º Simpósio Brasileiro Contra a Impunidade

InternaCongressoNacionalPEC-37.5Ao som do Hino Nacional, procuradores e promotores de Justiça de todo o Brasil, quase mil pessoas, subiram a rampa do Congresso Nacional para entregar ao presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves (PMDB/RN), o abaixo-assinado contra a Proposta de Emenda à Constituição 37/2011, a “PEC da Impunidade”. Juntou-se a esse documento, que reuniu mais de 400 mil assinaturas eletrônicas e físicas, um livro com o registro das investigações exitosas do MP e a “Carta de Brasília”, um manifesto contra a tentativa de violação à Constituição Federal.

“É uma mobilização de toda a sociedade brasileira para dizer ao Congresso que a PEC 37 não é uma alternativa que traga qualquer vantagem à sociedade. Muito pelo contrário, ela limita, consideravelmente, a atuação no combate à criminalidade e à corrupção no Brasil”, alertou o procurador-geral de Justiça do Rio Grande do Norte, Manoel Onofre Neto, que foi o mobilizadInternaCongressoNacionalPEC-37.6or nacional do evento.

Para a promotora de Justiça do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) Ana Luiza Osório, a marcha foi uma demonstração de fortalecimento do Ministério Público. “Precisamos estar em constante unidade para manter a nossa missão constitucional de defender a sociedade”, afirmou.

O MPDFT sediou o 1º Simpósio Brasileiro Contra a Impunidade. O movimento foi considerado vitorioso pelos organizadores pela quantidade de autoridades que reuniu e também pela resposta positiva do presidente da Câmara, que convidou os procuradores de Justiça para debaterem, juntamente com os deputados federais, o texto da PEC 37/2011.

.: voltar :.