Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Crime ocorreu no setor de chácaras da cidade, em janeiro deste ano, contra delegado aposentado

A Promotoria de Justiça de Brazlândia obteve, na última segunda-feira, dia 3, a condenação, por latrocínio, de Maurício de Souza da Costa. O réu terá de cumprir uma pena de 26 anos, em regime inicial fechado, pelo assassinato do delegado da Polícia Civil aposentado Elly Cordeiro dos Santos. A Justiça reconheceu as agravantes referentes ao meio de execução do crime "mediante recurso que dificultou", ou melhor, impediu a defesa da vítima e ainda o fato de o delegado ter mais de sessenta anos.

“O condenado agiu com culpabilidade intensa, ante o intenso sofrimento causado à vítima e a crueldade empregada no cometimento do crime, conforme restou devidamente comprovada, a merecer sua conduta maior reprovação social”, afirma o juiz na sentença.

Relembre o caso

O crime ocorreu no dia 16 de janeiro de 2012 no setor de chácaras de Brazlândia. O acusado foi até a casa da vítima procurando emprego e, após trabalhar algumas horas, matou Elly Santos. Segundo consta na denúncia do MPDFT, "o réu, com vontade livre e consciente, e valendo-se de violência exercida com emprego de uma enxada, ceifou a vida da vítima, a fim de subtrair diversos bens, dentre eles um veículo Mahindra/Bramont Scorpio SUV 4x4".

Segundo o promotor de Justiça que atuou no caso, o crime abalou a cidade de Brazlândia, em especial, o setor de chácaras da cidade, região que vem sendo castigada com o aumento da violência nos últimos anos.

Processo: 2012021000648-5

Para ler a sentença, clique aqui.

.: voltar :.