Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), por meio das três Promotorias de Justiça do Tribunal do Júri de Brasília, requereu e obteve a prisão preventiva de Adriana Villela em decorrência das inúmeras injunções que estavam prejudicando a elucidação do crime da 113 sul e para garantir a normal instrução do feito. O pedido de prisão preventiva foi instruído com base nas recentes investigações e diligências realizadas pelo Núcleo de Investigação e Controle Externo da Atividade Policial (NCAP). Adriana Vilela foi presa no Rio de Janeiro e está sendo conduzida pelos policiais da Corvida para Brasília.

Condutas irregulares praticadas por policiais civis, todas com o objetivo de beneficiar Adriana Villela, obrigaram o MPDFT a rever seu posicionamento anterior que permitia que a acusada respondesse o processo em liberdade. Essa ação é fruto do trabalho conjunto das três Promotorias do Júri de Brasília, que a partir de agora acompanharão o feito. O NCAP tomará as providências cabíveis quanto aos desvios da policia judiciária.

 

.: voltar :.