Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

O réu Ítalo Pinheiro de Almeida, acusado de atropelar e matar a menina Yasmin Alice Martins de Jesus, de cinco anos, irá a júri popular. O pedido foi feito pelo Ministério Público e acolhido pelo juiz-presidente do Tribunal do Júri de Taguatinga.

O crime aconteceu na QNL 5 de Taguatinga, no dia 23 de maio de 2009. Segundo a denúncia oferecida pelo Ministério Público, a criança foi atropelada e morta em frente à sua própria casa. Ítalo havia ingerido bebida alcoólica e dirigia em alta velocidade, com os faróis apagados, em uma área residencial. O réu não prestou socorro à criança e fugiu do local, razão pela qual também responderá pelos crimes previstos nos artigos 304 e 305 do Código de Trânsito Brasileiro.

.: voltar :.