Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Investigados foram identificados como responsáveis por atos de logística do tráfico de drogas fornecendo transporte e batedores para os carregamentos

operacao sistema 600 x 428O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), por meio da 10ª Promotoria de Justiça de Entorpecentes, e a Coordenação de Repressão às Drogas da Polícia Civil do DF deflagraram, em conjunto, na quarta-feira, 4 de maio, a Operação Sistema. A ação visa desarticular grupo criminoso indiciado por organização criminosa, tráfico de drogas interestadual, lavagem de dinheiro e práticas mafiosas como ações sociais para angariar o apoio da comunidade. 

As investigações apontam a existência de complexa estrutura de uma organização criminosa sediada no Distrito Federal voltada ao tráfico de drogas. Foram cumpridos 60 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal, em São Paulo, em Goiás, no Mato Grosso e no Mato Grosso do Sul;  35 mandados de sequestro judicial de bens móveis; 12 mandados de prisão temporária contra líderes, integrantes e uma conselheira tutelar envolvida no grupo criminoso; e 6 mandados de prisão em flagrante. Os valores apreendidos ainda estão sendo apurados. A operação é resultado de uma investigação iniciada há três anos pela Cord/PCDF.

drogas nota operacao sistema 600 x 428Foram identificadas movimentações financeiras realizadas por funcionários de uma oficina de lanternagem, de propriedade do líder do grupo criminoso, para contas de empresas e de pessoas físicas em áreas de fronteira com a Bolívia. Por meio da análise das transações, foi possível identificar o núcleo de traficantes oriundos de Mirassol do Oeste/MT. Os investigados foram identificados como responsáveis por atos de logística do tráfico de drogas fornecendo transporte e batedores para os carregamentos.

O promotor de Justiça Luiz Humberto de Oliveira destaca que o MPDFT busca uma atuação diferenciada para o combate à criminalidade. “Focamos em uma cooperação mais próxima entre as instituições. Tem surtido efeitos. Temos trazido resultados de grandes apreensões de drogas e retirada de organizações criminosas que trabalham no comércio ilícito de entorpecentes", enfatizou. 

Para o delegado Paulo Francisco Pereira, sem o apoio do MP e da Polícia Civil dos outros estados é muito difícil trabalhar no tráfico de drogas. “Conseguimos mapear uma série de criminosos do DF que possuem ligação com outros criminosos de outros estados. Esse grupo que foi preso hoje é o mais forte em atuação no tráfico do DF, talvez do Centro Oeste. Eles também abasteciam cidades de Goiás", explicou. 

A operação também contou com a participação de 330 policiais da Polícia Civil do DF, de São Paulo, do Mato Grosso, do Mato Grosso do Sul e de Goiás, além da Polícia Militar de Goiás. 

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.