Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Pena fixada foi de 6 anos e 9 meses por lesão corporal seguida de morte

A Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri do Gama obteve, nesta terça-feira, 3 de maio, a condenação de Gustavo Leda Araújo pela morte de Gilmar da Costa Vieira. A pena fixada foi de 6 anos e 9 meses por lesão corporal seguida de morte. O outro réu, Lucas Ribeiro de Morais Ribeiro Bezerra, foi absolvido. O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) avalia recorrer da sentença.

Durante o julgamento, o Promotor de Justiça acusou os réus por prática de homicídio doloso qualificado, porém os jurados entenderam que Gustavo não quis nem assumiu o risco de matar a vítima.

Entenda o caso 

O crime aconteceu em dezembro de 2019. Lucas e Gustavo desferiram chutes e socos contra a vítima, além de arremessos de pedras. Gilmar foi socorrido ainda com vida. Ficou internado no Hospital de Base de Brasília, mas não resistiu aos ferimentos após espancamento.

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.