Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Campanhas

Você foi vítima de um crime?

A campanha tem como objetivo orientar vítimas de crimes sobre seus direitos, bem como os papéis das instituições que compõem o sistema de Justiça Criminal para que o cidadão saiba como e onde buscar ajuda. Em uma linguagem simples e acessível, são apresentadas as fases da investigação e do processo penal. 

A iniciativa é do Grupo Nacional de Coordenadores de Centro de Apoio Criminal (GNCCRIM), órgão do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais dos Ministérios Públicos dos Estados e da União (CNPG). As peças da campanha foram criadas pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ). No MPDFT, a campanha é um desdobramento do programa "Escutando o cidadão: diálogos com vítimas de delitos", que acolhe vítimas de crimes de forma empática e respeitosa a fim de ajudá-las a ressignificar o que aconteceu. 

Uma série de cards será veiculada nas redes sociais do MPDFT (FacebookInstagramTwitter e YouTube).  A campanha "Você foi vítima de um crime?", também, orienta sobre o sigilo de dados dos depoentes, sobre o programa de proteção a vítimas e testemunhas e sobre o papel do Ministério Público, e dos demais atores da Justiça, na área criminal e nas audiências do processo.

Unidos da Diversidade

Com o tema "Unidos da Diversidade. Juntos pelo respeito", o objetivo da campanha é chamar a atenção da população do DF para a necessidade do respeito às garantias e direitos individuais e coletivos, com ênfase na diversidade humana, independentemente de raça, cor, credo, idade, identidade de gênero e orientação social. Também visa mostrar a integração das instituições de defesa de direitos humanos do DF, a quem a população pode recorrer e denunciar no caso de violações a esses direitos.

A iniciativa é uma parceria entre o Núcleo de Direitos Humanos do MPDFT, a Decrin (Polícia Civil do DF – PCDF), a Comissão de Direitos Humanos da CLDF (Câmara Legistlativa do DF) e a Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania (Sejus/GDF). As peças serão veiculadas e distribuídas no Carnaval de 2020.

Carnaval no DF. Sem preconceito, sem racismo, sem LGBTfobia.

Denuncie:

  • Disque 100 - Direitos Humanos
  • Disque 197 - Polícia Civil do DF
  • Disque 162 - Ouvidoria do GDF
  • Disque 127 - Ouvidoria MPDFT

.: voltar :.