Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Ministério Público consegue suspensão de conta que vendia acesso ao site “Tudo sobre Todos”

Poucos dias após ser notificado, o Mercado Livre respondeu positivamente ao pedido feito pela Comissão de Proteção de Dados Pessoais do MPDFT

Após o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) pedir a suspensão da conta do Mercado Livre que comercializava créditos para acesso aos serviços do site “Tudo sobre todos”, a empresa de e-commerce informou que foi inabilitada a conta, nesta quinta-feira, 12 de julho. O vendedor, suspenso definitivamente pelo Mercado Livre, era o principal perfil em que eram feitos os pagamentos. Além disso, foram enviados ao Ministério Público os dados cadastrais do usuário responsável pela venda.

Conforme investigações da Comissão de Proteção de Dados Pessoais do MPDFT, o site www.tudosobretodos.se também indica a possibilidade da compra de créditos por meio de bitcoins. No entanto, a carteira indicada no site não têm nenhum registro de pagamento através da moeda virtual. “Por isso, a opção foi focar na conta principal do Mercado Livre, que agora encontra-se fora do ar, e que já teve mais de 1,4 mil transações com cartão de crédito ou boleto”, explica o coordenador da Comissão, promotor de Justiça Frederico Meinberg.

mercado livre Tela Mercado Livre Saldo Carteira Bitcoin Tudo Sobre Todos
Página do vendedor inabilitado definitivamente  Carteira Bitcoin do site Tudo Sobre Todos Saldo Carteira Bitcoin Tudo Sobre Todos

O Ministério Público investiga o “Tudo sobre todos”, no qual é possível comprar acesso a dados pessoais de brasileiros, como nome, data de nascimento, endereço, CPF, lista de parentes e até nomes de vizinhos. Apesar de o site já ter sido alvo de ações judiciais para que fosse retirado do ar, a estratégia da Comissão foi requisitar ao Google, Yahoo, Baidu e Bing que removam a página da internet de seus resultados de busca, com base nas próprias políticas das plataformas. O MPDFT aguarda resposta sobre os ofícios enviados aos responsáveis pelos buscadores.

mercado livre resposta

 

Saiba mais:

MPDFT investiga venda ilegal de dados pessoais pelo site “Tudo sobre todos”

MPDFT consegue o congelamento de site que permitia consulta de dados pessoais

Dia da internet segura: confira dicas para navegar na web sem correr riscos

Sites de consulta de informações pessoais podem estar utilizando base de dados de órgãos públicos

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.