Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

O Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) realizou nesta quarta-feira, 15 de junho, a formatura de 77 agentes que participaram da primeira edição do Curso de Segurança de Autoridades Ministeriais (CSAM) e do primeiro Curso de Especialização em Segurança Institucional.

Em sua fala, a procuradora-geral de Justiça, Fabiana Costa, disse que se sentiu honrada pelo convite, comentou sobre a importância da capacitação nesta área e abordou questões relacionadas à gestão responsável dos recursos financeiros destinados à segurança. “Os cursos que finalizamos hoje estão voltados a atividades que visam à preservação da vida e impactam diretamente no desempenho das atribuições voltadas à proteção e à defesa dos cidadãos. Dessa forma, o aperfeiçoamento da segurança institucional e a melhor qualificação dos formandos, aqui presentes, trazem resultados diretos ao desempenho da atividade-fim do MPDFT”, disse.

O promotor de Justiça Nísio Tostes, assessor de Políticas de Segurança, fez um balanço sobre as ações e projetos relacionados à temática no MPDFT, concluídos ou em andamento, como a aquisição de equipamentos, veículos, armamentos, a reestruturação e as novas instalações da Secretaria de Segurança Institucional (SSI), entre outras iniciativas que demonstram a preocupação e o cuidado da Administração Superior com a segurança da instituição, dos seus membros e servidores.

Destacou, ainda, a integração institucional que os cursos possibilitaram: “Eles foram via propícia para gerar uma sinergia especial entre as Unidades Internas, especialmente, as Secretarias de Educação Corporativa, de Segurança Institucional, de Administração, a Comunicação Social, o Cerimonial e as Assessorias da Procuradoria-Geral. Transversalidade que transpôs os limites institucionais, propiciando uma integração com instituições e forças de segurança da União e do Distrito Federal – Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, Casa Militar do GDF, Assessoria Militar da Vice Governadoria, Polícia Federal, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Penal, - que disponibilizaram ao MPDFT o que cada uma tem de melhor no campo do desenvolvimento corporativo", afirmou.

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Jorge Antônio de Oliveira Francisco, ressaltou o crescimento pessoal que iniciativas como os cursos proporcionam aos formandos. Ele também salientou o impacto positivo que a integração vai proporcionar nas equipes de segurança do MPDFT. “Hoje vocês passam a integrar uma nova família. Os momentos difíceis e alegres serão lembrados sempre. Belíssima iniciativa do Ministério Público”, completou.

O CSAM teve carga horária de 225 horas-aula, já a Especialização teve duração de 190 horas. Os cursos foram oferecidos aos servidores da Secretaria de Segurança Institucional (SSI), da Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ), do Centro de Produção, Análise, Difusão e Segurança da Informação (CI), da Subsecretaria de Transporte e Administração de Veículos (Sutave) e das Promotorias de Justiça de Brasília – I, Brasília – II, Brazlândia, São Sebastião e Planaltina.

Integrantes da Polícia Militar, da Controladoria-Geral do Distrito Federal, da Procuradoria-Geral da República, do Ministério Público do Trabalho, do Ministério Público Militar e do Ministério Público de Goiás também participaram das ações de capacitação realizadas pela SSI em parceria com a Secretaria de Educação e Desenvolvimento Corporativo (Secor).

Além das discussões teóricas, os alunos tiveram aulas práticas sobre combate corpo a corpo, escolta, atentados, ameaças, cibersegurança, gerenciamento de incidentes críticos, manuseio e emprego de equipamentos e tecnologias não letais e de arma de fogo, entre outros.

O secretário de Segurança Institucional do MPDFT, Carlos Lemes, salientou que as técnicas empregadas nos cursos são equilibradas, modernas e priorizam as pessoas. “Investimos em um treinamento multidisciplinar, onde todos os órgãos envolvidos abordaram as questões em uma única linguagem uniforme, cenário que favorece a integração das instituições nesta temática”,explicou.

Como forma de agradecimento pela parceria e integração institucional, os professores dos cursos e os representantes das demais instituições receberam uma placa do MPDFT.

A solenidade contou com a presença do presidente da Associação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (AMPDFT), promotor de Justiça Trajano Sousa de Melo e do coordenador-geral da Associação Nacional dos Agentes de Segurança Institucional do Ministério Público da União (AGEMPU), Jackson de Abreu Vieira.

Também integraram a mesa de honra do evento, o procurador-geral de Justiça Militar, Antônio Pereira Duarte, o corregedor-geral do Ministério Público do Trabalho, Jeferson Luiz Pereira Coelho, o secretário nacional de Segurança Pública, Carlos Renato Machado Paim, o secretário de Segurança Pública do DF, Júlio Danilo Ferreira, o chefe da Comunicação Social da PMDF, coronel Danilo Oliveira Nunes e o coordenador do Centro Integrado de Investigação e Inteligência do Ministério Público de Goiás e vice-coordenador do Comitê de Segurança Institucional do Conselho Nacional do Ministério Público, promotor de Justiça Rodney da Silva”

O vídeo com a íntegra da solenidade pode ser visto no canal oficial do MPDFT no YouTube.

Assessoria Especial de Imprensa
(61) 3343-9045 / 3343-6101/ 3343-9046/ 99149-8588
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.