Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Público-alvo do projeto “Mãos estendidas” são mulheres que requerem medidas protetivas de urgência em Brazlândia

As Promotorias de Justiça com atribuição na prevenção e no combate aos crimes de violência doméstica de Brazlândia atuam de forma ampla no acolhimento das vítimas. Uma das iniciativas é o projeto “Mãos estendidas”, que utiliza recursos de transações penais encaminhados pelo Setor de Acompanhamento e Medidas Alternativas (Sema) de Brazlândia ao Policiamento de Prevenção Orientada à Violência Doméstica e Familiar (Provid) do 16º Batalhão de Polícia Militar para a aquisição de cestas básicas.

O público-alvo do projeto são as mulheres que solicitaram medidas protetivas de urgência em 2020 e 2021; as que foram submetidas aos crimes de violência doméstica mais de uma vez; e aquelas residentes na área rural de Brazlândia. As vítimas são encaminhadas pelo MPDFT.

Para os promotores de Justiça Flávio Henrique de Andrade e Gabriel Mendes é muito comum que as vítimas de violência doméstica se vejam obrigadas a escolher entre sua segurança e o custeio das suas necessidades econômicas e de seus filhos. “O problema tornou-se ainda mais sério por razões econômicas agravadas pela crise sanitária. A insegurança alimentar regrediu no Brasil a índices do ano de 2004, com mais de 20% da população enfrentando insegurança alimentar moderada e grave. É na tentativa de mitigar este quadro que o projeto, ainda que modesto em extensão, traz impactos positivos na vida de nossa comunidade."

Além da doação das cestas para as mulheres em situação de insegurança alimentar, o projeto prevê o encaminhamento das vítimas para atendimento multidisciplinar nas instituições que compõem a Rede Unidas de Brazlândia, da qual também fazem parte a Defensoria Pública, as polícias Civil e Militar, a Secretaria de Saúde, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e o Núcleo de Atendimento à Família e aos Autores de Violência Doméstica (Nafavd).

Além desses encaminhamentos, as mulheres são convidadas a participar das “Tardes de reflexão”, outro projeto da Coordenadoria das Promotorias de Brazlândia que tem como objetivo reduzir os danos provocados pelas situações de violência doméstica em suas vidas.

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.