Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Discussões estão disponíveis no Youtube

seminario cauto print telaO seminário “Autocomposição no dia a dia”, promovido pela Coordenadoria Executiva de Autocomposição (Cauto) e pela Secretaria de Educação e Desenvolvimento Corporativo (Secor), ocorreu nos últimos dias 23 e 24 de setembro. Em sua quarta edição, os temas deste ano destacaram como a autocomposição pode contribuir para a atuação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) em diferentes momentos processuais.

Na abertura do evento, a procuradora-geral de Justiça do Distrito Federal e Territórios, Fabiana Costa, destacou o papel do sistema de solução de conflitos dentro da instituição. “O programa de Autocomposição do MPDFT é um projeto coletivo, que tem ampla participação dos integrantes da Instituição. Está voltado à promoção do diálogo, da conciliação e da cidadania, de forma participativa e integradora por meio da valorização da pessoa envolvida no conflito”, disse.

A vice-procuradora-geral de Justiça e coordenadora-geral do Programa Permanente de Incentivo à Política de Autocomposição do MPDFT, Selma Sauerbronn, afirmou que “o seminário tem o intuito de disseminar a cultura autocompositiva ao propiciar um espaço reflexivo e de experiências”.

A palestra “Reflexões sobre a autocomposição”, do mediador argentino Juan Carlos Vezzulla, deu início aos trabalhos do seminário. Ele propôs pensar as ações autocompositivas a partir de alguns questionamentos: para quem estamos trabalhando? Para quem são destinadas as ações? Para que, com qual propósito e objetivo? Como estamos implementando? Qual seria a prática de autocomposição mais adequada para essas pessoas, instituições e objetivos que definimos?

Nos dois dias de evento, foram realizadas mesas-redondas e palestras com os seguintes temas: A experiência de autocomposição na Central Judicial do Idoso; Mediações em conflitos familiares; Justiça Restaurativa é conciliação?; ANPP e Justiça restaurativa: análise de caso concreto; A Justiça Restaurativa no Distrito Federal. Para assistir a transmissão completa do seminário, acesse os links abaixo:

23 de setembro: Clique aqui.

24 de setembro: Clique aqui.

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial



.: voltar :.