Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

MPDFT deve recorrer para pedir aumento da pena

A Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri de Santa Maria obteve, nesta quinta-feira, 15 de julho, a condenação de Mateus Bezerra Santos de Sales por um homicídio e uma tentativa de homicídio contra os irmãos André Luiz e Anderson Fernandes. A pena foi fixada em 22 anos de reclusão em regime inicial fechado.

Os jurados aceitaram as qualificadoras apontadas pela Promotoria de Justiça (motivo fútil e emprego de meio cruel). O homicídio e a tentativa de homicídio receberam penas de 16 e 14 anos de reclusão, respectivamente. Devido ao entendimento de que se trata de crime continuado, a pena foi unificada em 22 anos. O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) deve recorrer para pedir que sejam somadas e cheguem a 30 anos de reclusão.

Para comprovar que o mesmo pedaço de madeira foi usado para golpear os dois irmãos, a Promotoria de Justiça usou exames de DNA elaborados pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). Uma das teses da defesa era que o instrumento tinha sido usado apenas contra uma das vítimas, mas a análise demonstrou que a arma atingiu duas pessoas com cromossomo Y idêntico.

O crime ocorreu em janeiro de 2019, em Santa Maria. Os irmãos haviam saído para ir ao comércio perto de casa quando encontraram Mateus e um grupo de adolescentes. Um deles, sem qualquer motivo, agrediu André com um chute. Uma discussão começou e Mateus atacou os irmãos com um pedaço de madeira. Os dois foram levados ao hospital em estado grave, e André não resistiu.

Processo: 0000888-06.2019.8.07.0010

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9601 / 3343-9220 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.