Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Réu foi condenado a 16 anos de prisão em regime fechado. Julgamento foi nesta quarta-feira, 16 de junho

A Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri de Brasília obteve a condenação de Elias Ângelo Lopes Lima pela tentativa de feminicídio da ex-companheira. A pena é de 16 anos de prisão, em regime fechado. O julgamento foi realizado nesta quarta-feira, 16 de junho.

O júri aceitou todas as qualificadoras propostas pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). A tentativa de homicídio quadruplicadamente qualificado teve motivação torpe, em razão do sentimento de posse do condenado, que se negava a aceitar o fim do relacionamento. O crime foi praticado com uso de recurso que dificultou a defesa, pois a vítima foi surpreendida em casa pelo companheiro, que a aguardava, de madrugada, preparado para queimá-la. Além disso, a tentativa de homicídio foi praticada contra mulher, por razões da condição do sexo feminino, envolvendo violência doméstica e familiar.

Entenda o caso

Na madrugada do dia 25 de novembro de 2019, por volta de 5h50, na 910 Norte, na invasão atrás da Casa do Ceará, Elias despejou substância inflamável no corpo da ex-companheira e ateou fogo. O crime apenas não se consumou porque a vítima foi auxiliada por terceiros e obteve socorro médico.

Os dois tiveram um relacionamento marcado por agressões por parte de Elias. Mesmo após o término, ele continuou importunando, ameaçando e agredindo a ex-companheira para que reatasse o relacionamento.

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.