Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Último julgamento tinha ocorrido no dia 18 de março, em Samambaia. Desde então os trabalhos estavam interrompidos

Após quase cinco meses de atividades suspensas em decorrência da pandemia de Covid-19, na última quinta-feira, 6 de agosto, foram retomadas as sessões plenárias do Tribunal do Júri para os julgamentos presenciais de réus presos. A sessão foi realizada na Vara do Tribunal do Júri de Brasília.

O Núcleo do Tribunal do Júri e Defesa da Vida do MPDFT acompanhou a abertura dos trabalhos na sessão plenária. Medidas de adaptação foram necessárias para o cumprimento das normas do Tribunal. Foi elaborado um relatório conjunto acerca das dificuldades e soluções enfrentadas no desenrolar da sessão plenária, sobretudo quanto ao necessário distanciamento social, inclusive entre os jurados. O documento visa informar e orientar os demais promotores de Justiça que atuam na área.

O próximo está marcado para quinta-feira, 13 de agosto.

Condenação
Na sessão, o réu Ian de Souza Silva foi condenado por crime praticado, em abril de 2018, com uso de arma de fogo na cidade Estrutural. Os jurados acolheram integralmente a tese do Ministério Público e o acusado foi condenado por homicídio qualificado. De acordo com a denúncia, oferecida pela 3º Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri de Brasília, ele surpreendeu a vítima que almoçava em um restaurante da cidade com três tiros. A pena foi fixada em 12 anos e 6 meses de reclusão, em regime inicial fechado.
PJe: 0713062-33.2019.8.07.0001

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.