Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Metodologias de BI e mineração de dados ajudarão nas investigações

O MPDFT oficializou nesta terça-feira, 30 de junho, a criação do Programa de Estruturação da Plataforma de Ciência de Dados (Prodados). Com a iniciativa, a instituição passa a trabalhar com estrutura de mineração de dados e recursos do Business Intelligence. O objetivo é padronizar e personalizar o tratamento de grandes volumes de informações, além de garantir mais agilidade e ampliar a capacidade de atuação dos promotores de Justiça.

Segundo a procuradora-geral de Justiça, Fabiana Costa, que assinou portaria que institui o programa nesta segunda-feira, dia 29, o Prodados é parte de um projeto mais amplo, que visa ao aprimoramento do trabalho do Ministério Público por meio da inteligência de dados. “Vamos regulamentar o uso de plataformas, otimizar nossos sistemas de informação e utilizar a inteligência de dados para potencializar o trabalho do Ministério Público tanto na parte de investigação quanto no acompanhamento da eficiência de políticas públicas”, destaca.

O novo protocolo norteará o uso dos sistemas da instituição para viabilizar um cenário de mineração capaz de fornecer informações segmentadas, oriundas de diversas fontes, inclusive de instituições parceiras. O vice-procurador-geral de Justiça, André Vinícius, explica que será possível democratizar dados que podem ser úteis aos órgãos públicos e beneficiar diretamente a sociedade. “Com essa nova metodologia, será possível aprofundar análise de dados e acompanhar os resultados das iniciativas de governo, cotejar informações de crimes de entorpecentes e posse/porte de armas de fogo e realizar cruzamentos com dados alusivos a facções criminosas, por exemplo. Isso permite o aprimoramento da atuação da instituição e dos entes públicos em diversas áreas”, completa.

Do ponto de vista da gestão, o Prodados institucionaliza a execução de políticas e planos voltados ao controle, proteção e modernização dos ativos de informação durante todo o ciclo de vida dos arquivos digitais. Também será um importante aliado do processo de tomada de decisão em questões relevantes para a sociedade.

Inteligência de dados

A implementação do Prodados faz parte de uma política institucional do MPDFT voltada ao aprimoramento da atividade investigativa e da atuação do Ministério Público por meio do uso de recursos de inteligência de dados. Desde o início da atual gestão, foram realizados convênios com a Agência Brasileiras de Inteligência e a Polícia Militar, entre outros órgãos, para o compartilhamento de dados relevantes à atividade investigativa. Também foram executados investimentos em modernos sistemas de integração de dados, em treinamentos e na reestruturação do Centro de Informação (CI) e do Grupo de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Além disso, foi criado um Núcleo de Combate a Crimes Cibernéticos, que tornou o MPDFT umas das poucas instituições no país a contar com equipe de promotores voltada especificamente ao combate desse tipo de criminalidade.

Assessoria Especial de Imprensa
(61) 3343-9045 / 3343-6101/ 3343-9046/ 99149-8588
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.