Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Para não ser descoberto, o denunciado teria ameaçado a família da vítima

A Promotoria de Justiça de Brazlândia denunciou, na última sexta-feira, 29 de maio, um homem de 43 anos por estupro de vulnerável. O acusado, que trabalhava há poucos dias para a família da vítima em uma chácara na região, teria praticado os abusos contra uma criança de sete anos.

O crime

Durante o mês de maio, no período de uma semana em que trabalhou para a família da vítima, o acusado teria praticado mais de uma vez os atos libidinosos. Para garantir a sua impunidade, o denunciado oferecia dinheiro e ameaçava de morte os parentes da criança. 

Os familiares, ao desconfiarem do comportamento, questionaram a criança e tiveram ciência dos abusos, que foram confirmados após exames no Hospital Regional de Brazlândia. Após ser acionada, em 20 de maio, a polícia prendeu em flagrante o acusado. 

Na denúncia, o Ministério Público pede a condenação do denunciado pelo crime de estupro de vulnerável, que tem a pena mínima de oito e a máxima de quinze anos de reclusão, e a fixação de valor mínimo de reparação de dano. O acusado permanece preso e o processo corre em sigilo, por envolver vítima menor de idade.

Leia mais

18 de maio: MPDFT na luta contra o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.