Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Escola do Lago Norte recebeu R$ 15 mil e os professores bolsas de pós-graduação. O valor é decorrente de multa de condenação por atos de corrupção

O Centro de Ensino Lago Norte (Celan), com o super-herói Supermoralino, foi o vencedor da primeira edição do projeto NaMoral do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT), com 4.186 pontos. O resultado foi conhecido nesta sexta-feira, 6 de dezembro. O Centro de Ensino Fundamental 3 de Planaltina e o Centro Educacional 11 de Ceilândia ficaram com o segundo e o terceiro lugar, com 4.150 pontos e 3.978 pontos, respectivamente.

Na premiação, a procuradora-geral de Justiça do DF e Territórios, Fabiana Costa, elogiou a iniciativa, que traz um novo olhar ao cenário de corrupção sistêmica em que vivemos. “A proposta do NaMoral parte do princípio de que é preciso educar os jovens e, assim, contribuir para a formação de uma nova consciência, onde os desvios de conduta não sejam aceitáveis em nosso cotidiano”, completou.

Segundo a promotora de Justiça Luciana Ásper, uma das coordenadoras do projeto, nos últimos anos os brasileiros apontam a corrupção como o maior problema do nosso país. “Na moral, como a gente canaliza essa energia para a construção da cultura da integridade? Foi para responder esse dilema que surgiu o projeto”, explicou.

Premiação

191206 namoral premiacao ed 7553 600 x 400Entre os resultados da escola vencedora, destacou-se o mutirão de limpeza da cidade que reuniu mais de 50 voluntários entre alunos, comerciantes, comunidade, Administração Regional, SLU, Novacap e Vigilância Sanitária, além disso, plantaram ipês pela cidade. Durante a competição, foram sete missões e mais um desafio bônus. A primeira delas era dar vida a heróis baseados em características que admiram. As inspirações deveriam vir de pessoas do cotidiano e não de celebridades, personagens ou políticos. O Moralino também ficou em 1º lugar na escolha dos mascotes.

“Estamos muito felizes com as grandes conquistas que tivemos. No empenho dos alunos e professores que se dedicaram ao projeto. Na missão, o Pegue e Pague, conseguimos um saldo de honestidade de 100%. Os estudantes querem que seja uma prática no Celan e já estamos trabalhando para o próximo ano. Foi muito gratificante ver a transformação que está acontecendo todos os dias aqui. Valeu Ministério Público, valeu projeto NaMoral!”, comemorou a diretora do Celan, Ana Paula de Oliveira.

O estudante José Antônio, 14 anos, do 8º ano do Celan, ficou eufórico com o anúncio do resultado. “A gente se empenhou muito, cada um se esforçou e lutou pelo bem da escola e da comunidade. Queremos ajudar o projeto a continuar. Ficou para mim, que precisamos dizer não para a corrupção e que nós jovens podemos mudar o mundo!”, declarou animado.

O segundo lugar, o CEF 3 de Planaltina, com a super-heroína Flanete, se destacou com a construção do Jardim da Integridade e com o trabalho desenvolvido na Comunidade de Renovação, Esperança e Vida Nova – Lar dos Idosos de Planaltina (Crevin). Além de aprender a fazer sabão líquido na disciplina de Ciências Naturais, eles arrecadaram outros produtos de limpeza com a comunidade escolar para doar ao local. Os itens foram entregues à instituição e os alunos realizaram atividades recreativas com os idosos, como a apresentação de um coral, conversas e interação. Também foram entregues aos idosos lembrancinhas confeccionadas pelos próprios alunos, multiplicadores e voluntários.

191206 namoral premiacao ed 6545 600 x 400Para o professor de geografia Ozimo Mendonça Neto, a experiência do NaMoral resgatou conceitos que estavam sendo deixados de lado, como a questão da ética, cidadania e da integridade. “As missões foram muito importantes, bem como as rodas de conversas que nos motivaram a tentar restaurar os danos causados pela falta de integridade da nossa sociedade.”, destacou o docente do CEF 03 de Planaltina.

O Ced 11 de Ceilândia, terceiro lugar na competição, criou a super-heroína Simone. Durante a realização das missões, os estudantes também focaram em resolver situações do dia a dia, como organizar melhor a fila do lanche e reduzir o desaparecimento de materiais escolares. Eles criaram espaço de lazer e convivência com a revitalização do beco próximo a escola para uso esportivo. Foram colocadas mesas para jogos e um campo de futebol com grama natural.

As demais escolas envolvidas no projeto também foram premiadas com o valor de R$ 1,5 mil. Todos os valores distribuídos devem ser investidos em projetos de integridade nas escolas e são oriundos de multa de condenação por atos de corrupção.

NaMoral

Durante quatro meses, nove escolas do DF participaram da iniciativa do MPDFT cujo objetivo foi desenvolver ações de fortalecimento da cultura da ética, da cidadania e da honestidade. Com ferramentas inovadoras, principalmente de gamificação, que transforma o processo de aprendizagem em um jogo, o projeto NaMoral desafiou os estudantes a construírem um ecossistema de integridade no ambiente escolar.

Confira as escolas participantes:
Centro de Ensino Fundamental 3 de Planaltina (CEF 3)
Centro Educacional 308 do Recanto das Emas (CED 308)
Centro de Ensino Fundamental 8 de Taguatinga (CEF 8)
Centro de Ensino Lago Norte (Celan)
Centro Educacional 11 de Ceilândia (CED 11)
Centro de Ensino Fundamental 102 da Asa Norte (CEF 102 Norte)
Colégio Militar Tiradentes
Centro de Ensino Fundamental 427 de Samambaia (CEF 427)
Centro Educacional Darcy Ribeiro no Varjão

 

Leia mais

“NaMoral”: escola vencedora será conhecida em 6 de dezembro

Participantes do projeto “NaMoral” concluem segunda missão

Reflexões NaMoral: ministro do STF Luís Roberto Barroso fala sobre combate à corrupção no Brasil

NaMoral: em nova missão, escolas são decoradas para o fortalecimento da integridade

Projeto NaMoral: estudantes dão vida aos heróis da integridade

NaMoral: escolas recebem primeira missão do game da integridade

Foi dada a largada: nove escolas dão início ao projeto NaMoral do MPDFT

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.