Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Recomendação do MPDFT pedia que a PM proibisse a entrada das torcidas Ira Jovem e Facção Brasiliense nos estádios do DF pela falta de cadastro atualizado

PDDC Sabo 1 600 x 450A Comissão de Prevenção contra a Violência nos Estádios do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) autorizou a entrada da torcida organizada Facção Brasiliense, do Brasiliense Futebol Clube, no último jogo do time (13/4) e também no próximo, que será em 20 de abril. A torcida organizada, conforme determina o Estatuto do Torcedor, apresentou ao MPDFT o cadastro completo de 183 integrantes.

O procurador distrital dos Direitos do Cidadão, Eduardo Sabo, explica que a autorização foi concedida em caráter excepcional. Durante esses dois jogos, a conduta dos torcedores está sob vigilância. Em razão disso, a comissão, integrada pelo procurador e pelo promotor de Justiça Bruno Vergini, participou, na última partida, de toda a logística para organizar as duas torcidas rivais no Estádio Nacional e garantir a segurança de todos. A torcida Ira Jovem, da Sociedade Esportiva do Gama, já havia apresentado anteriormente a documentação ao MPDFT.

Recomendação

Em fevereiro, o Ministério Público recomendou à Polícia Militar que proibisse a participação das torcidas organizadas Ira Jovem, da Sociedade Esportiva do Gama, e Facção Brasiliense, do Brasiliense Futebol Clube, em jogos nos estádios de futebol do Distrito Federal. As organizações descumpriam o Estatuto do Torcedor ao não apresentar cadastro atualizado de seus associados ou membros.

Leia mais

Segurança nos estádios: MPDFT recomenda proibição de torcidas organizadas

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.