Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Jovem, que na época tinha 20 anos, tentou matar dois policiais militares a tiros

O Tribunal do Júri de Brazlândia condenou, nesta quarta-feira, 21 de março, Matheus Kennedy da Silva Santos por duas tentativas de homicídio duplamente qualificadas e porte ilegal de arma de fogo. As vítimas eram policiais militares. A pena foi estabelecida em 15 anos, 2 meses e 20 dias de prisão em regime inicial fechado. Ele não poderá recorrer em liberdade.

Os jurados acolheram as duas qualificadoras pedidas pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT): a finalidade das tentativas de homicídio era assegurar a impunidade do crime de porte ilegal de arma de fogo e os crimes foram cometidos contra policiais militares no exercício de suas funções. Os jurados também reconheceram que Matheus portava arma de fogo ilegalmente.

Entenda o caso

O crime ocorreu em 30 de maio de 2017 no Setor Veredas. Os policiais militares receberam notícia de que havia um homem em uma motocicleta sem placa assaltando pedestres em paradas de ônibus. Em patrulhamento, os policiais avistaram Matheus, que conduzia uma motocicleta sem placa, e fizeram a abordagem. Ele tentou fugir, mas a motocicleta caiu. Quando os policiais militares se aproximaram, o réu disparou contra eles, mas não conseguiu atingi-los. Matheus foi preso com um revólver calibre 38, três aparelhos celulares, uma porção de maconha e a motocicleta sem placa e com chassi raspado.

Processo 2017.02.1.001250-5

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.