Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

* Atualizado em 31 de janeiro de 2018. O júri foi adiado em razão da ausência de uma testemunha arrolada pela defesa. Ainda não foi definida nova data para o julgamento.

 

Vão a júri popular, nesta quarta-feira, 31 de janeiro, no Tribunal do Júri de Brazlândia, A.F e o delegado da Polícia Civil aposentado W.C. Os réus são acusados de dois homicídios qualificados, sendo um tentado e outro consumado, e corrupção de menores. W.C responde ainda a dois sequestros.

Em 16 de dezembro de 2009, em Taguatinga Sul, W.C, A.F. e o adolescente, mediante emprego de armas de fogo, compeliram dois rapazes a entrar em um carro conduzido por A.F. Em uma estrada de terra, eles ordenaram que as vítimas saíssem e se ajoelhassem. O adolescente derrubou os dois e W.C. efetuou os disparos. Uma das vítimas fingiu-se de morta e conseguiu fugir em direção a um hospital, onde foi socorrida. A outra pessoa foi atingida e morreu na hora.

No mesmo dia, também em Taguatinga Sul, W.C e o adolescente, com emprego de arma de fogo, compeliram R.G. e J.S. a entrarem em um carro dirigido por W.C. No interior do veículo, os punhos dos dois foram algemados um ao outro. Chegando em uma estrada de terra em Brazlândia, W.C ordenou que as vítimas saíssem do carro. Nesse momento, R.G. e J.S conseguiram se desvencilhar das algemas e correram. O adolescente disparou, mas ninguém foi atingido.

Processo: 2010.02.1.000119-4 Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.