Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

A Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri do Recanto das Emas conseguiu, nesta terça-feira, 22 de maio, a condenação de Rummenige Gomes Freitas e Roger Pereira do Nascimento por corrupção de menores e pelo homicídio qualificado de Charlisson dos Santos. Cada um foi condenado a 22 anos e 5 meses de reclusão.

Os jurados reconheceram que o crime foi cometido por motivo torpe, motivado por guerra entre gangues rivais das quadras 510 e 310 do Recanto das Emas. Decidiram, ainda, que os acusados corromperam o menor, ao cometerem o crime na companhia dele.

De acordo com o promotor de Justiça que atuou no processo, Lucas Aguiar, “esse é mais um triste exemplo do que costuma ocorrer nas chamadas guerras de gangues. Os grupos em disputa se enfrentam e muita gente morre, muitas vezes pessoas inocentes. No caso, ficou comprovado que a vítima era um homem trabalhador e não tinha vínculo com atividades criminosas. Foi assassinado pelo simples fato de ser amigo de alguém que tinha rivalidade com o grupo dos réus”.

Entenda o caso

Na manhã de 9 de setembro de 2016, Leandro Soares dos Santos, um amigo da vítima, tentou matar Ruan Pompeu da Silva, que, segundo as investigações era do grupo criminoso dos réus. Por vingança, eles decidiram matar Leandro ou alguém que tivesse vínculo com ele.

Leandro chegou a avisar a todos os amigos, dentre eles, Charlisson, que o grupo rival estava à procura de alguém para vingar a tentativa de homicídio contra Ruan. Mesmo tendo recebido esse alerta, a vítima saiu de sua casa e, em local próximo de sua residência, foi assassinada com tiros.

Processo: 2016.15.1.006908-7

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.