Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Com o objetivo de levar orientações sobre o que é abuso sexual e as formas de denunciá-lo, o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) realizou, nesta quarta-feira, 10 de maio, palestra na Escola Parque Chapadinha, na área rural de Brazlândia. A atividade foi voltada a alunos dos 4º e 5º anos.

A promotora de Justiça Lia Siqueira foi uma das palestrantes e falou sobre o papel do Ministério Público nos casos de violência sexual, dos aspectos legais e da rede de proteção às crianças, além de explicar como agir nesses casos. “A realização dessas incursões às escolas é importante para esclarecer aos alunos sobre o que é abuso sexual e como essas crianças poderão buscar ajuda caso vivenciem este tipo de violação de direito”, comentou.

Para a diretora da escola, Jacirene Cardoso, a participação dos alunos é muito importante. “Eles passam a saber o que é o abuso sexual e também que existem muitos meios de denunciar. Aqui na área rural, muitas pessoas vêm de outras regiões e esclarecer as crianças sobre os riscos e sobre como se proteger é essencial”. O professor Fabiano completa: “As crianças que sofrem o abuso não se esquecem e guardam esse segredo por anos. Eu observei que muitos alunos quase não participam das aulas, mas durante a palestra participaram de modo efetivo”.

A atividade fez parte das ações promovidas na Semana de Educação para a Vida, realizada pela Secretaria de Educação para disseminar temas de cidadania para estudantes da rede pública. O MPDFT também participou da programação nas escolas em Brazlândia com a palestra “O que você tem a ver com a corrupção?” e a palestra “Conectados sim, inseguros não!".

Leia mais:
Palestras de prevenção e combate à corrupção são oferecidas em escolas do DF
Alunos de Brazlândia recebem a palestra “Conectados sim, inseguros não!”

.: voltar :.