Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

4 conc foto4Alunos de escolas públicas de Sambambaia e do Recanto das Emas participaram nesta quarta-feira, 9 de dezembro, da cerimônia de premiação do 4º Concurso Cultural realizado pela Promotoria de Justiça de Samambaia. Com o tema “O que você tem a ver com a corrupção?”, estudantes do 1º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio apresentaram cartazes, redações e vídeos. Cerca de 400 crianças e adolescentes participaram do evento, no auditório do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). Na ocasião, foi anunciado o tema do 5º Concurso Cultural: “Seja tão grande quanto os seus direitos”.

Para as promotoras de Justiça Hiza Lima e Raquel Lopes, coordenadoras do concurso, o tema deste ano discute uma questão fundamental. “A corrupção faz parte do passado e do presente do nosso país. A reflexão sobre o assunto perpassa várias disciplinas e transcende o ambiente escolar, permitindo o fortalecimento da cidadania e o empoderamento do indivíduo”, explica Hiza. “A cerimônia de hoje é apenas a coroação de todo o trabalho que foi feito durante seis meses. Cidadania e educação andam juntas no combate à corrupção”, completa Raquel.

A procuradora-geral de Justiça em exercício, Selma Sauerbronn, destacou que a transformação social acontece a partir da educação e da mudança de cultura. “O objetivo é chamar a atenção de vocês, crianças, que estarão cuidando do nosso país. O que está por trás desse concurso é um compromisso com as futuras gerações”, afirmou, dirigindo-se aos alunos.

4 conc foto2Premiação – Promotores, servidores do MPDFT e professores foram os jurados, que avaliaram as obras com base em critérios como originalidade e criatividade. Na categoria infantil, o cartaz vencedor foi feito por crianças do 1º ano D da Escola Classe 415. Eles ganharam um passeio ao cinema. Além disso, foi sorteada uma câmera fotográfica entre a turma.

As redações vencedoras nas categorias infantojuvenil e juvenil foram escritas, respectivamente, pelas estudantes Sabrina Hellen de Sousa, do Centro de Ensino Fundamental 404 e por Iulia Ferreira, do 2º ano do Centro de Ensino Médio 304. Ambas ganharam um tablet. “Eu não esperava ganhar. Samambaia é uma região com muito potencial e muitos alunos bons, então foi uma surpresa. O concurso é importante porque nos incentiva a pesquisar sobre os temas”, conta Iulia, que tem 16 anos.

4 conc foto3As mesmas escolas levaram os prêmios de melhor curta-metragem. “Cúmplice” foi gravado pelo Centro de Ensino Fundamental 404, e refletia a importância de não se calar diante de atitudes ilícitas. Já o filme do Centro de Ensino Médio 304, “O vírus da corrupção” contava a história de um governador que assassinava seu amigo por ter denunciado seus atos ilegais. As turmas foram premiadas com um passeio.

O professor de Geografia e diretor da Centro de Ensino Fundamental 404, Paulo Rogério, ficou emocionado com as duas premiações que a escola levou. “Participar já é maravilhoso. Desde o ano passado nós estamos trabalhando com os temas do Concurso Cultural, e é excelente porque aproxima o órgão da população. É muito produtivo”, elogia.


  • Clique aqui para ler a redação vencedora na categoria infantojuvenil. Autora: Sabrina Hellen, do CEF 404.
  • Clique aqui para ler a redação vencedora na categoria juvenil. Autora: Iulia Ferreira, do CEM 304.
Curta-metragem "Cúmplice" do Centro de Ensino Fundamental 404

Curta-metragem "O vírus da corrupção" do Centro de Ensino Médio 304

 

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.