Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Campanha Conte até 10 nas escolas15A campanha "Conte até 10 nas Escolas'' foi lançada, no Distrito Federal, na última quarta-feira, dia 6. O evento foi organizado pelo Grupo de Apoio em Segurança Escolar (Gase) e realizado na Promotoria de Justiça de Defesa da Educação (PDIJ). Nas próximas semanas, haverá a divulgação da campanha nas promotorias localizadas nas cidades do DF. "Estamos à disposição dos coordenadores das Promotorias de Justiça que ficam nas demais cidades do DF para levar a campanha regionalmente", orienta a promotora de Justiça de Defesa da Educação Márcia Rocha.

Para a promotora de Justiça, "é impossível não sermos tocados pelo tema da violência. Nossos jovens e adolescentes vivem essa realidade que deve ser alterada. Nós devemos mudar a aceitação desses comportamentos como normais ou inevitáveis. Até porque a escola carrega a imagem em nossas mentes e corações de um lugar democrático e protegido", declarou Márcia Rocha.

No mesmo sentido, uma das organizadoras da campanha, a promotora de Justiça Tamar Oliveira Luz Dias destacou que "a escola é o mais importante referencial do cidadão. Por isso, a campanha 'Conte até 10 nas Escolas' quer atingir os alunos do Ensino Médio e, principalmente, nos municípios com índices mais elevados de violência".

A vice-procuradora-geral de Justiça do DF e Territórios, Zenaide Souto Martins, prestigiou a solenidade. Ela ressaltou a importância do amplo engajamento para se alcançar o objetivo dessa iniciativa na comunidade escolar. "Essa campanha é nossa e tem grande valor para a sociedade, pois quanto maior a participação das pessoas, menor será o índice de violência", destacou Zenaide.

Saiba mais sobre a Campanha

Com o lema "Valente Mesmo é Quem não Briga", a campanha "Conte até 10 nas Escolas" foi lançada nacionalmentemateria conte ate 10 escolas pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), nessa quinta-feira, dia 7. O objetivo é fomentar o debate sobre o respeito, a valorização da vida e a tolerância dentro da escola.

Este é o segundo ano da campanha, que inovou com o desenvolvimento de estratégias digitais para que a mensagem chegue efetivamente aos jovens. Na página no Facebook, por exemplo, é possível criar mensagens personalizadas com dicas para evitar a raiva, em momentos de conflitos, e compartilhá-las com os amigos. Também é possível assistir a depoimentos de quem conseguiu contar até 10 e evitar a violência. Além do Twitter, Facebook e YouTube, também foi criado um APP mobile. O site concentra todos os materiais da campanha, incluindo vídeos, cartazes e a cartilha com planos de aula que os professores podem utilizar em suas escolas.

Leia mais

MPDFT lança campanha "Conte até 10 nas Escolas"

.: voltar :.