Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

fiscal ecuatorianoNesta terça-feira, dia 27, o promotor de Justiça de Quito Fabián Ramiro Salazar e seu assessor Edwin Erazo estiveram no MPDFT para estreitar os laços com a Instituição e conhecer o trabalho do Ministério Público brasileiro e suas ações na área de direitos humanos. Recebidos pelo promotor de Justiça Antonio Suxberger, os equatorianos puderam conhecer um pouco mais da estrutura do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios.

O objetivo do promotor de Justiça Salazar é unir esforços para criar uma Corte Internacional Sulamericana e compartilhar ideias para promoção dos direitos humanos. Desde segunda-feira, dia 26, o promotor equatoriano visita instituições brasileiras, como a Defensoria Pública da União e do DF e o Senado Federal. Ele encerra a estada em Brasília na quinta-feira, dia 28, na Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.

No primeiro dia, Salazar visitou o programa “Jovem de Expressão”, desenvolvido pela Central Única das Favelas (Cufa/DF) na Praça do Cidadão, em Ceilândia. A iniciativa trabalha com a inclusão social de jovens da periferia, com tratamento de dependência química, curso de capacitação e inclusão social.

 

.: voltar :.