Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Desde o dia 12, o Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) é uma instituição parceira da Associação Amigos do Cão-Guia (AACG), que passará a receber doações dos autores de delitos ambientais. O cadastramento foi possível por meio de um acordo com a 2ª Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente (Prodema) e com o Setor de Gerenciamento de Medidas Alternativas para Delitos Ambientais (Setema).

Como pena alternativa, os autores de delitos ambientais farão uma doação destinada à Associação, que deve comunicar ao infrator as necessidades da instituição. Diante disso, o autor do delito compra o material e apresenta o comprovante à AACG. O Setema realiza visitas semestrais aos parceiros do programa para fiscalizar como as doações estão sendo usadas.

Projeto Cão-Guia

O projeto Cão-Guia de Cegos é realizado desde 2001 e faz parte do programa da Associação Brasiliense de Ações Humanitárias (ABA), que busca assistir populações carentes do DF. A AACG dedica-se à seleção de cães para reprodução, treinamento, manutenção e distribuição dos animais aos deficientes visuais que estão habilitados e cadastrados no programa. A ação é considerada como um meio de inserção da pessoa cega à sociedade. A associação já distribuiu mais de 26 cães até junho deste ano no DF, e mais 16 para outros Estados, totalizando mais de 42 animais formados pelo projeto.

.: voltar :.