Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

A titular da 3ª Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente e Patrimônio Cultural (Prodema), Marta Eliana de Oliveira, visitou na última quinta-feira, 7, o Lago do Descoberto, na área rural de Brazlândia, para vistoriar o desenvolvimento das 71.664 mudas de árvores nativas plantadas na faixa de proteção do lago e em áreas contribuintes do reservatório e estabelecer as próximas ações a serem desenvolvidas no local.

O plantio de mudas faz parte do Programa Descoberto Coberto, que teve origem em trabalhos conjuntos desenvolvidos inicialmente entre a Promotoria de Justiça e a Caesb, e que atualmente é coordenado pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do DF (Adasa). O Lago do Descoberto é a principal fonte de abastecimento do Distrito Federal:  fornece água para cerca de 65% da população - sendo, por isso, uma das prioridades da atuação da 3ª Prodema.Uma parte das mudas foi desenvolvida e plantada pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), a partir dos insumos fornecidos por autores de crimes ambientais em medidas alternativas encaminhadas pela Prodema. Outra parte foi plantada pela Caesb, como compensação florestal. A Terracap também deverá efetuar plantios a partir do próximo período chuvoso.

A adesão dos chacareiros ao Programa é voluntária e vem sendo incentivada pela Associação Pró-Descoberto. Das 73 chácaras da orla, 36 já aderiram. Na área de contribuição,  foram 33 as adesões. A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) presta a assistência técnica necessária. O objetivo é que o Programa venha a ser reconhecido pelo Programa Produtor de Água, da Agência Nacional de Águas (ANA), e que os chacareiros venham a receber pelos serviços ambientais prestados a toda a população. 

O próximo passo do Programa será a sistematização de ações de educação ambiental planejadas pelo Instituto Brasília Ambiental (Ibram), com o intuito de divulgar ações de preservação a 800 chacareiros da área rural de Brazlândia.

.: voltar :.