Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

MPDFT instaura inquérito para investigar vazamento de dados de rede hoteleira

500 milhões de hóspedes tiveram informações pessoais comprometidas

A Unidade Especial de Proteção de Dados e Inteligência Artificial do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) instaurou inquérito civil público, em 3 de dezembro, para investigar incidente de segurança envolvendo os dados pessoais dos hóspedes da rede hoteleira Starwood Hotels and Resorts, uma subsidiária da multinacional Marriott International.

Conforme o inquérito, 500 milhões de hóspedes tiveram informações pessoais afetadas, tais como: nome, endereços, número de passaporte e informações da conta na rede hoteleira. Em alguns casos, o número e a data de vencimento de cartões de créditos foram comprometidos. Com essas informações seria possível traçar um raio-x da movimentação dos hóspedes ao redor do mundo.

Para o promotor de Justiça Frederico Meinberg, o incidente é grave. “Os dados expostos, como número do passaporte e informações sobre a data de chegada e partida, permitem conhecer a movimentação de pessoas como diplomatas, adidos militares e de inteligência, negociadores, empresários, políticos, chefes de estado”, afirmou.

A Starwood Hotels and Resorts tinha conhecimento dos acessos não autorizados desde setembro de 2018. O departamento de Justiça dos Estados Unidos e a autoridade de informações do Reino Unido serão informadas da instauração do inquérito. Este é considerado um dos maiores incidentes de segurança já relatados no mundo.

Clique aqui para ler a portaria.

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.