Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Bloco de Carnaval na área central da cidade, com mais de 400 pessoas, foi disperso

A promotora Hiza Carpina e o procurador Eduardo Sabo em vistoria a bar Cinco estabelecimentos e pontos de aglomeração foram interditados e dois, autuados, em operação na noite de 28 de fevereiro, segunda-feira de Carnaval, por descumprimento às normas distritais e protocolos sanitários de combate à Covid-19. A vistoria, que contou com representantes do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), em operação conjunta com órgãos do GDF, visitou ao total 12 estabelecimentos, entre as 19h de segunda e 2h da madrugada de terça.

O coordenador da força-tarefa do MPDFT, Eduardo Sabo, e a promotora de Justiça Hiza Carpina acompanharam a operação, que passou pela Asa Sul, Asa Norte, Área Central de Brasília, Cruzeiro, Sudoeste, Octogonal e Varjão.

“O compromisso deve ser de todos. Os estabelecimentos autuados não buscaram cumprir com a sua responsabilidade e respeito à saúde pública. As consequências do crescimento da pandemia serão suportadas por todos, por isso é que a atuação deve ser do Poder Público, conscientizando, fiscalizando, autuando, mas também da sociedade civil, cumprindo com as regras sanitárias”, enfatizou Sabo.

No Setor de Indústrias Gráficas, um bar foi interditado por falta de documentação. Já no Setor de Abastecimento e Armazenamento Norte (SAAN), duas casas de festa foram fechadas por cobrança de entrada, promoção de aglomeração e falta de documentação, mesmo motivo do fechamento de um bar no Setor de Garagens Oficiais (SGO).

As autoridades governamentais estiveram presentes ainda na Galeria dos Estados, na área central de Brasília, onde atuaram para dispersar um bloco de Carnaval, com autuação dos responsáveis e apreensão de instrumentos musicais. Também foram autuados um bar no Sudoeste e um no Setor de Recreação Pública Norte  (SRPN) por consumo de narguilé.

Participam das vistorias os promotores de Justiça Dênio Moura, Hiza Carpina, Marilda Fontinele, Luiz Humberto Oliveira, Claudia Tomelin e Luciana Bertini. Integram a força-tarefa do GDF as Secretarias de Ordem Urbanística (DF Legal), de Segurança Pública (SSP) e de Transporte e Mobilidade (Semob), a Diretoria de Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde, o Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar, o Procon-DF e o Brasília Ambiental (Ibram).

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.