Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

O Núcleo de Combate a Crimes Cibernéticos do MPDFT (Ncyber), a Delegacia Especial de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC) da Polícia Civil do DF (PCDF), e a Polícia Federal deflagraram, na manhã desta quinta-feira, 19 de maio, a operação Payback, para desbaratar uma associação criminosa responsável por fraudes bancárias que renderam prejuízo milionário a um banco.

São cumpridos 21 mandados de prisão temporária, 24 de busca e apreensão em diversos endereços no Distrito Federal, além de quebras de sigilo bancário. As medidas alcançam 24 alvos no DF. Os acusados podem responder por crimes de furto mediante fraude por meio de dispositivo informático e associação criminosa.

De acordo com as investigações, os fatos ocorreram entre os dias 25 e 27 de março de 2022, data em que foram identificadas diversas fraudes bancárias praticadas a partir da manipulação dos aplicativos da instituição financeira.

Os criminosos se utilizaram de um “bug” identificado nos aplicativos que permitia o agendamento de transferência bancária via PIX para, na sequência, realizar o cancelamento dessa operação e obter o exato valor indicado como crédito na conta bancária, gerando um expressivo prejuízo ao banco. Obtido o crédito indevido, os investigados transferiam as quantias para outras contas.

Segundo o Ncyber, foi observado que os alvos da operação tinham conhecimento técnico sobre as falhas nos sistemas que permitiam a posse indevida dos valores após o cancelamento da operação de transferência. 

Assessoria Especial de Imprensa
(61) 3343-9045 / 3343-6101/ 3343-9046/ 99149-8588
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.