O Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios (MPDFT), ao lado do Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais dos Ministérios Públicos dos Estados e da União (CNPG), por meio do Grupo Nacional de Direitos Humanos (GNDH), aderiu à campanha #AgoraVcSabe, que busca romper o silêncio da violência sexual contra crianças e adolescentes no país. O projeto é conduzido pelo Instituto Liberta, entidade que tem como missão o enfrentamento à exploração sexual e ao abuso de crianças e adolescentes em todas as suas formas.

A campanha busca promover uma mobilização social para que o tema possa sensibilizar políticas públicas.

A partir desta quarta-feira, 18 de maio, no Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, Ministérios Públicos de todo o país, entre eles o MPDFT, começaram a divulgar as peças da campanha. No mesmo dia, o Instituto Liberta promoveu uma passeata virtual com vídeos da campanha, com depoimentos de pessoas maiores de 18 anos que sofreram algum tipo de abuso.

Estatísticas
Nessa data, dados alarmantes sobre a violência sexual infantil e contra adolescentes ganham destaque. Segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, meninas com até 13 anos são as principais vítimas de abuso sexual no Brasil - 60,6 % de todos os estupros no país têm como vítimas meninas nessa faixa etária.

Além disso, apenas no primeiro semestre de 2021, foram registrados quase 25 mil registros de violência contra crianças e adolescentes, o que corresponde a pelo menos 36 casos diariamente.

Data
O dia 18 de maio foi instituído em 2000 como Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes. Nessa data, no ano de 1973, Araceli, uma menina de oito anos, foi drogada, estuprada e morta por jovens de classe média alta, em Vitória (ES). O crime até hoje permanece impune.

Carrossel-1_Como_saber_fui_vitima-3-2x.png

 

Assessoria Especial de Imprensa
(61) 3343-9045 / 3343-6101/ 3343-9046/ 99149-8588
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial